Nutrição em Foco

Porque sua saúde vem em primeiro lugar!

Nutrição em Foco Perder Peso Riscos do emagrecimento acelerado

Riscos do emagrecimento acelerado

Diversas pessoas que estão insatisfeitas com sua imagem corporal buscam meios de emagrecimento acelerado, mas não têm ideia dos riscos que o emagrecimento imediato pode causar nas pessoas. Devemos ter no pensamento, que emagrecer ligeiramente tem capacidade de implicar em diferentes perigos para o estado de saúde do homem.

Encontrar-se no peso normal ou tornar-se preferentemente esguio(a) é uma vontade para inúmeras pessoas que estão acima da massa corpórea, sendo assim querem conseguir resultados rápidos e findam colocando a vida em risco com dietas absurdas que afirmam um emagrecimento imediato.

Por isso estamos neste momento alertando a cada um, dos riscos de perder peso de imediato, os riscos de dietas alimentares “milagrosas” que têm possibilidade de ser muito nocivas a saúde do ser humano. Podemos citar alguns sintomas que podem surgir mediante o emagrecimento acelerado: constipação, anemia, cálculo biliar, cefaleia, perda de massa magra e muitos outros malefícios paralelos. Quando a dieta é pobre em nutrientes, vitaminas, proteínas, zinco motiva a fraqueza de unhas e de cabelo.

Uma pergunta que diversos cidadãos perfazem no momento em que planejam perder a massa corpórea é: dietas para emagrecer dão certo? Para responder o questionamento, a primeira atitude que o indivíduo precisa executar é requerer um perito na área, para não terminar adotando uma dieta que não condiz com as suas necessidades, na fantasia de abster-se de vários quilos de forma breve.

Em um emagrecimento acelerado alterações psicológicas também podem ocorrer. Isso ocorre justamente pelo curto período de tempo que o corpo tem para ajustar-se às mudanças provocadas pelo emagrecimento.

Perceba abaixo algumas alterações psicológicas da perda de peso imediata:

  • Compulsão por comida – quando o sujeito faz dietas radicais para emagrecimento ele desiste de consumir determinados alimentos que se alimentava anteriormente , posteriormente ao emagrecimento a disposição e o anseio de consumir os produtos alimentícios antigos tem possibilidade de voltar, e o sujeito volta a consumi-los de forma exagerada e pode adquirir o peso perdido rapidamente;
  • Visão de auto-gordo – com a ligeira redução de peso o psíquico ainda pensa que o corpo esteja gordo , ainda que o corpo esteja esguio;
  • Esperanças frustradas – quando a pessoa pensa que atingiu seu índice de massa corpórea (IMC) ideal e sua finalidade, necessita conservar seu peso com uma alimentação sadia a fim de não retornar ao peso anterior .

Famosas em boa forma

A TV faz com que muitas famosas estejam sempre em boa forma para manter seu padrão de beleza. As pessoas famosas muitas vezes acabam fazendo qualquer tipo de dieta para satisfazer a todos e as vezes até relatam na mídia como foi feita.

De muitas dietas inadequadas sendo prejudiciais à saúde, citaremos algumas: para fazer um filme, uma atriz precisou perder peso, então ficou comendo papinha de bebê durante uma semana e assim teria reduzido três quilos de seu peso.

Os profissionais da área não indicam essa dieta, pois os nutrientes contidos na papinha servem para um bebê e não para um adulto. Então o adulto terá ausência de nutrientes. Esse alimento foi criado para o bebê ir se acostumando ao alimento sólido para sair da fase de amamentação e iniciar a comer alimentos mais consistentes, no entanto os adultos precisam mastigar para se sentir saciado.

Uma outra famosa diz que para reduzir peso teve que tomar, durante algum tempo, um suco que tem uma mistura de água, limão, xarope e pimenta vermelha. Essa dieta é ruim para à saúde, prejudicando o organismo da pessoa fazendo com que trabalhe muito mais para que seus órgãos funcionem normalmente. É importante dizer que podem causar transtornos alimentares (exemplos, anorexia e bulimia).

Instruções dos Nutricionistas

Por que é tão complicado emagrecer? Profissionais dizem aos pacientes que a ansiedade é a pior inimiga da dieta. A cabeça das pessoas  é o que mais atrapalha a dieta e a ansiedade faz parte dela, para aliviar a ansiedade muitas pessoas passam a comer a mais, por isso fica difícil diminuir o peso.

Outro problema é a força de vontade. Se a pessoa não tem força de vontade para emagrecer, não tem dieta que dê jeito. Os nutricionistas indicam que a pessoa deve fazer uma reeducação alimentar que atenda todas as necessidades dos órgãos para ter um bom funcionamento. E complementam que a pessoa deve perder até dois quilos ao mês para que o seu corpo vá se acostumando ao seu novo peso gradualmente.

É ruim perder peso muito rápido, porque a pessoa volta ao peso de antes rápido também se for descuidada.

Descuidos praticados nas dietas para emagrecer

Por que os regimes para reduzir peso não dão certo? De acordo com os profissionais de nutrição, a maioria da população faz dieta para reduzir peso de maneira errada, então acabam não perdendo o peso que querem. Alguns tópicos:

  • Comer poucas refeições e reduzir os alimentos que comem – os nutricionistas afirmam que ao tomar essas medidas o corpo fica desequilibrado e o metabolismo diminui prejudicando seu corpo. O correto é comer a cada três horas alimentos que tenham pouco valor energético. Exemplo: frutas, legumes, verduras, carne sem gordura;
  • Retirar os carboidratos da dieta balanceada – os carboidratos são necessários, pois eles ajudam a queimar a gordura. Mas também não se deve comer muitos carboidratos. Coma com moderação os alimentos como a mandioca, arroz, cereais e pão integrais, mas evite comer açúcares. Os carboidratos também ajudam a pessoa a realizar exercícios físicos, que junto com a dieta equilibrada favorecem a perda de peso.

 

 

TopBack to Top