Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Como perder peso com saúde de forma eficiente?

Se você está pesquisando como perder peso com saúde de forma eficiente, saiba que você não está sozinho. A cada dia que passa fica mais complicado manter ou diminuir o peso: todos aqueles doces, salgados e muitas outras guloseimas presentes cada vez mais forte em nossa sociedade, acabam provocando o psicológico do indivíduo e muitas vezes não resistimos.

Um obstáculo que a população tem em fazer isso com mais saúde, é devido ao fato de que as pessoas costumam pegar dietas já prontas e querem que dê o mesmo resultado, mas isso é difícil de acontecer, pois cada pessoa tem um organismo diferente.

Nós não iremos disponibilizar uma dieta aqui, já que cada indivíduo possui um metabolismo diferente, mas iremos encaminhar algumas dicas para modificar alguns hábitos alimentares e assim diminuir peso com mais saúde.

É fundamental…

  • Comer de cinco a seis refeições durante todo o dia: Café da manhã, almoço e jantar; com pequenos lanches entre eles
    Faça as refeições sem pular nenhuma, pois todas as refeições são importantes e não se esqueça de fazer um “lanchinho” entre elas. Preste atenção no lanche, ele deve ser de baixa caloria e ter alto níveis de nutrientes. Priorize as frutas nos seus lanches, pois têm muitos nutrientes e poucas calorias.
  • Insira os grupos da Pirâmide Alimentar feita por Phillip na alimentação: Frutas, cereais, carnes, leites, verduras, óleos, leguminosas e açúcares.
  • Na sua dieta balanceada coloque vários tipos diferentes de alimentos nas refeições, mas inclua também os alimentos da Pirâmide Alimentar. Não se esqueça que deve seguir a quantidade determinada de porções. Para que não tenha abundâncias e deficiências.
  • Comer mais fibras – A ingestão de fibras pode ajudar no aumento da saciedade do indivíduo e no funcionamento intestinal regular.
  • Praticar atividades físicas constantemente – As atividades físicas queimam a gordura do tecido adiposo, fazendo com que se evite doenças e o sedentarismo.

Considere também…

  • A maioria da população pensa que se não comer mais os carboidratos irão perder peso. Isso pode ser em parte verdade, mas se os carboidratos ficam ausentes no organismo, a proteína terá que ser utilizada como fonte de energia que é a função do carboidrato e a função da proteína será prejudicada.
  • É fundamental ter carboidrato na dieta balanceada, comendo os que são integrais: granola, pão e arroz integral, aveia e demais alimentos.
  • Outro ponto a observar é que podemos consumir leite desnatado, reduzindo assim a quantidade de gordura, e evitar alimentos enlatados e refrigerantes;
  • Para o almoço, é importante que se prepare dois pratos diferentes. O primeiro com salada e outro com os demais alimentos.
  • Nutricionistas recomendam que haja muita moderação no consumo de óleos e açúcares.

Estas recomendações são úteis não somente para quem quer perder peso, mas também para quem quer cuidar de sua saúde. E não se esqueça de levar em consideração a necessidade de visitar um nutricionista, pois é ele quem poderá oferecer-lhe um tratamento individualizado. A maioria dos nutricionistas recomendam para uma perda de peso efetiva a reeducação alimentar.

Reeducação alimentar

É no período da amamentação que nossa educação alimentar se inicia. Daí quando começamos a crescer passamos a ter contato com várias pessoas, de idades e costumes diferentes. Nesse período que estamos crescendo, geralmente só aprendemos a comer o que gostamos e achamos gostoso. O problema não é gostar dessas coisas, e sim preferir produtos que são industrializados e possuem muitos conservantes e outras coisas para proporcionar um paladar melhor e manter os produtos mais tempo nas prateleiras. E esses ingredientes irão trazer consequências ruins para aqueles que os consomem em excesso.

Até mesmo com alimentos de preparo natural você deve ter cuidado e sempre estar controlando a alimentação para futuramente não ter problemas relacionados a peso ou de outros tipos.

Só percebemos as consequências dos nosso hábitos alimentares, quando os problemas começam a aparecer. Aí quando isso torna-se realidade como o ganho de peso, hipertensão, diabetes e outras doenças que nos afetam bastante devido a má alimentação, as pessoas querem fazer loucuras para mudar a alimentação e encontrar uma solução rápida. Então, algumas pessoas procuram médicos, especialistas, nutricionistas entre outros profissionais.

Se as pessoas tivessem hábitos alimentares saudáveis desde cedo, não precisaria chegar ao extremo, para então mudar seus hábitos alimentares.

A evolução da reeducação alimentar deve ser feita de forma individual

Isto quer dizer que cada um tem sua dieta a ser seguida, pois às vezes o que é necessário para um não é necessário para o outro. Mas é possível traçar alguns objetivos que são importantes serem seguidos por todos, por exemplo procurar um nutricionista, principalmente se já existe algum problema na saúde, como diabetes, obesidade, hipertensão, doenças renais, dentre outros.

A reeducação deve ser levada a sério e tem que ser feita aos poucos

Você não deve se preocupar achando que de um dia para o outro você vai parar de comer tudo e mudar totalmente sua alimentação, pelo contrário é recomendado que a mudança seja lenta, mais contínua, algumas recomendações são:

a) Saiba o que está comendo: verifique os rótulos, leia os nutrientes contidos neles. Com isso você terá uma visão melhor na hora de escolher sua comida;

b) Na hora de escolher os alimentos, procure algum que você saiba que não irá prejudicar a sua saúde e que esteja de acordo com o que seu nutricionista indicou.

Você pode ir gradualmente mudando a sua alimentação, isto quer dizer que você pode manter um pouco da sua alimentação antiga e da atual até ir se acostumando e mudar seu cardápio alimentar por completo. Desta forma, o indivíduo não precisa parar de vez e mudar sua alimentação.

Se você tiver responsabilidade e consciência, tratando o processo da reeducação alimentar com seriedade, você logo notará e sentirá melhorias significativas. Já se a pessoa não trata com seriedade, irá querer fazer brechas na hora de se alimentar e isso prejudicará a saúde.

Outras recomendações para uma boa reeducação alimentar

  • Leia um guia que ajude na alimentação, com aconselhamentos elaborados pelo Ministério da Saúde;
  • Nunca esqueça que a moderação é a melhor maneira para manter a forma e a saúde, então modere na sua alimentação;
  • Sempre fique preocupado em saber como melhorar sua digestão;
  • Faça sempre exercícios físicos e esportes, sem se descuidar de uma boa alimentação, eles são bons e ajudam a regular os horários de sua refeição. Além de queimar gorduras e calorias que não são necessárias em seu organismo, eles também são bons para o seu metabolismo;
  • Cuidado para não desenvolver doenças crônicas não-transmissíveis como hipertensão, diabetes ou obesidade;
  • Evite comidas industrializadas e fast foods, eles têm excesso de conservantes que não são bons para o seu organismo. Também no consumo de doces seja moderado;
  • Não faça dietas populares “milagrosas” ou aquelas que estão na moda, pois estas dietas se dão algum resultado serão por curto tempo. Procure um nutricionista e veja qual dieta se adequa a você;
  • Alguns alimentos que são importantes para o seu desenvolvimento são: verduras, legumes e frutas. Estes não podem faltar na sua mesa;
  • Beba muita água e sucos para substituir outros tipos de bebidas que podem fazer mal à saúde, como o refrigerante;
  • Beba no mínimo 1 litro e meio de água por dia para que seu corpo não fique desidratado, pois pode causar danos muitos graves à saúde;
  • Durante a gestação, tenha atenção redobrada à sua alimentação, para não prejudicar a sua vida e a de seu bebê;
  • Consuma minerais e vitaminas dentro de sua dieta habitual;
  • Procure um especialista da área, um nutricionista, para ajudá-lo na orientação correta de sua alimentação.