Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Ômega 6

Atualmente com a explosão de vendas de suprimentos alimentares ou fórmulas milagrosas que prometem prevenir os mais diversos tipos de problemas de saúde, ficou difícil saber qual deles realmente tem algum princípio ativo em sua composição que seja cientificamente comprovado. No entanto, algumas palavras quando são ouvidas pelas pessoas remetem imediatamente à ideia de que trazem algum tipo de benefício ao organismo.

Por exemplo, quem é que nunca ouviu falar de Ômega 6 e o associou  como sendo uma substância que faz  bem ao seu corpo? Realmente há verdade nestas suposições, pois o Ômega 6 assim como o Ômega 3 é um ácido graxo de extrema importância para o bom funcionamento do sistema orgânico dos seres humanos. Mas como será que eles atuam beneficiando os processos bioquímicos e as atividades dos hormônios no corpo dos indivíduos?

Existem gorduras do bem?

Para as pessoas que estão precisando perder alguns quilos e estão se submetendo a algum tipo de dieta alimentar,  a simples menção da palavra gordura é sempre vista como algo que deve ser imediatamente combatido sob pena de atrapalhar todo o processo do regime. No entanto, embora a maioria já saiba, alguns ainda desconhecem que existem as “gorduras do bem” que são essenciais para o sistema orgânico dos seres humanos, e o Ômega 6 faz parte destas gorduras benéficas aos indivíduos, pois participa dos vários processos bioquímicos e hormonais, que são de extrema importância para o funcionamento harmônico desta complexa máquina chamada corpo humano.

Como este ácido graxo não é produzido naturalmente pelo organismo das pessoas, ele deve ser ingerido através dos alimentos que são ricos em Ômega 6. Entre alguns deles, destacam-se como principais fontes: A grande maioria dos óleos vegetais como o de prímula, semente de girassol, milho, soja, linhaça, sementes de abóbora,cânhamo, açafrão, entre outros. Além destes, o Ômega 6 pode ser encontrado também nos cereais, peixes de água quente, ovos, abacate, nozes, e carnes e alguns tipos de aves.

Ômega 6

Principais benefícios do ômega 6

O ômega 6 desempenha vários papéis importantes nos processos hormonais e nas atividades bioquímicas, daí a importância de sua ingestão pelos seres humanos. Dentre os principais benefícios que o Ômega 6 traz para o organismo humano, estão: Atuação na prevenção da osteoporose – Segundo estudos científicos o ômega 6 colabora na manutenção de um sistema ósseo mais forte, pois aumenta a capacidade de absorção de cálcio que é essencial para os ossos manterem-se resistentes, prevenindo deste modo a osteoporose, que a longo prazo causa o desgaste ósseo no corpo humano.

O ômega 6 está envolvido também no processo de formação das células responsáveis pela manutenção de uma epiderme saudável nos indivíduos, prevenindo, segundo alguns especialistas, a dermatite atópica e eczema. Além disso, ele pode ser usado também para prevenir alguns tipos de alergia e na síndrome de tensão pré-menstrual, aliviando os sintomas de retenção hídrica.

Alguns cuidados na ingestão do ômega 6

Como toda substância o ômega 6 deve ser ingerido com parcimônia, pois se consumido em excesso pode trazer alguns problemas ao organismo humano. De acordo com especialistas entre os principais efeitos negativos do consumo excessivo está o surgimento de  processos inflamatórios, enfermidades reumáticas, complicações cardíacas e vasculares, entre outros.

Considerações finais

O Ômega 6 é um ácido graxo poliinsaturado de extrema importância para a saúde do corpo humano. Como não é produzido naturalmente pelo organismo das pessoas, ele deve ser consumido através da alimentação como os óleos vegetais, os peixes de água quente,os cereais, as carnes,os ovos e o leite, entre outros. Como toda substância, ele não deve ser ingerido em excesso, pois segundo estudos científicos realizados, pode provocar processos inflamatórios entre outras complicações no corpo dos consumidores.

Uma pesquisa recente conduzida por cientistas de um instituto de doenças neurológicas da Califórnia, nos Estados Unidos, revelou algumas observações importantes sobre o Ômega 6. Segundo os pesquisadores, em alguns casos, este ácido graxo pode provocar a destruição das células do cérebro humano, causando doenças degenerativas.Vale ressaltar que esta pesquisa foi realizada somente com cobais, até o presente momento, e ainda não há resultados conclusivos nos seres humanos.

Portanto, até que esta pesquisa seja validada pela comunidade científica o que as pessoas precisam saber é que o Ômega 6 assim como outras substâncias, se bem utilizadas pelos seres humanos, podem trazer grandes benefícios para a saúde de todos.

Por Salete Dias

If you liked that, check these...

Cálcio

Vitamina E

Lipídeos