Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Overtraining – Síndrome do excesso de exercício físico

A prática de exercícios físicos é algo cada dia mais estimulado, pois ela auxilia na manutenção da saúde bem como no controle do peso corporal. Sabe-se que uma alimentação saudável deve está associada a prática de atividades físicas para que o indivíduo consiga obter uma boa qualidade de vida. No entanto, a busca desenfreada por um corpo considerado perfeito, pode gerar uma síndrome conhecida como overtraining, essa síndrome trata-se da prática excessiva de atividades físicas que causa problemas ao organismo do indivíduo. Como já foi dito, o objetivo do exercício físico é manter a saúde, a partir do momento em que essa prática passa a fazer mal ao organismo do indivíduo, é preciso rever a realização dessa atividade.

Vale ressaltar que o organismo dos indivíduos são diferentes, portanto não dá para estipular uma quantidade exata de exercícios físicos que deve ser praticada, pois o que pode ser considerado um treino puxado para um indivíduo pode ser leve para outro.

Fatores causadores do overtraining

  • O overtraining ocorre principalmente quando a carga de exercícios físicos realizados é maior que o período de recuperação, ou seja, de descanso para a próxima sessão de treinamento.
  • A dieta é outro fator que pode causar o overtraining. Alguns nutrientes quando estão presentes de forma inadequada na dieta podem causar uma fadiga muscular, pois os músculos não conseguem se recuperar para os próximos treinamentos. Os nutrientes que estão geralmente envolvidos nesse processo são carboidratos, água e calorias; no entanto a deficiência elevada de gorduras e proteínas também pode causar o overtraining. A dieta como causadora de overtraining não é algo muito comum, geralmente ela ocorre em atletas que desejam perder peso de forma rápida e associa treinos puxados a uma dieta hipocalórica.

Sintomas do overtraining

O excesso de exercícios que leva o corpo a exaustão, não é algo que ocorre de um dia para noite. Com a carga de exercícios elevada, o corpo tenta se adaptar a nova rotina imposta, quando isso não é mais possível os sintomas do overtrainig começam a surgir, são eles:

  • Falta de disposição e energia para realizar as tarefas do dia e para realizar o treino
  • Insônia ou dificuldades para dormir, o que piora ainda mais esse processo, já que o corpo não consegue descansar totalmente
  • Dores musculares ( vale ressaltar que as dores musculares sofridas pelas pessoas que inciaram a prática de atividades físicas há pouco tempo, não está associada ao overtraining)
  • Aumento da frequência cardíaca que é comumente observada pela respiração ofegante
  • O estado de fadiga é elevado e o apetite é reduzido
  • Ansiedade e depressão pode ser encontrada em alguns casos

O diagnóstico do overtraining geralmente é feito por um médico ou um profissional de educação física, isso porque alguns desses sintomas podem ser confundidos com os de outras doenças e passar despercebido pelo indivíduo, no entanto ao procurar um profissional e relatar o que sente, o indivíduo passar a ter conhecimento do problema.

Tratamento do overtraining

O tratamento desse problema consiste basicamente em tirar um período de repouso para o corpo, um período de recuperação do organismo sem nenhuma prática de exercícios físicos. A dieta habitual do indivíduo, que sofre desse problema, deve ser avaliada por um profissional de nutrição e após o período de repouso (onde o tempo deverá ser estipulado pelo médico), o indivíduo deverá procurar um profissional de educação física que irá elaborar uma nova rotina de exercícios, baseada na capacidade do organismo do mesmo evitando as sobrecargas.

Considerações finais

A prática de exercícios físicos deve ser estimulada pois é algo que contribui para uma vida saudável. No entanto, mesmo que a prática de exercícios, um alimento ou um nutriente seja considerado saudável, é importante evitar qualquer tipo de excesso. O equilíbrio e a harmonia são requisitos essenciais que devem reger a vida dos seres humanos, outra consideração importante é que a prática de atividades físicas deve ser supervisionada por um profissional de educação física, é importante seguir as orientações impostas por esses profissionais, para evitar problemas como o overtraining.