Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Importância da nutrição nos esportes

Você deve alimentar-se saudavelmente não somente para deixar o seu médico mais feliz. Ter uma boa alimentação vai melhorar não só a sua saúde, mas também os seus níveis de energia, o seu humor e até mesmo sua aparência. Neste artigo iremos abordar a importância da nutrição nos esportes, através de algumas dicas úteis e truques sobre aproveitar eficientemente os nutrientes de sua alimentação para a prática de seus esportes.

Por exemplo, você já prestou atenção ao que você bebe? Sim, todos nós sabemos que refrigerantes são ruins e por isso os substituímos por sucos. Mas você sabia que sucos industrializados também podem ser prejudiciais? Sim, sucos industrializados apresentam certas substâncias que não são tão saudáveis assim, como o açúcar em excesso, então muito cuidado para não consumir excessivamente tais sucos. Se você quer um modo fácil de reidratar o seu corpo durante ou após exercícios, que tal então um pouco de água, água de coco ou uma bebida isotônica? Lembrando, claro, que também não se deve abusar das bebidas isotônicas!

Assim, uma estratégia simples para quem deseja manter uma dieta mais nutritiva é beber água em vez de certas bebidas açucaradas. Não só vai ajudar a hidratar o corpo melhor e consequentemente desenvolver uma saúde melhor, mas também reduzirá a quantidade de calorias ingeridas e, se o seu objetivo é perder peso ou definir o seu corpo, então isso é realmente importante. As bebidas energéticas são interessantes, mas muitas delas são bastante calóricas, então é importante estar atento a esse fato.

Após exercícios, você precisa repor os minerais perdidos durante o treinamento. Sódio, por exemplo, é um mineral que é bastante expelido por meio do suor. Como já mencionamos anteriormente, certas bebidas isotônicas são bastante apropriadas para isso, mas você também pode fazê-lo consumindo os alimentos certos, possivelmente em uma boa vitamina de frutas.

Quando se trata de esportes, a alimentação é muito importante e deve ser bem planejada para coincidir com o programa de treinamento empregado. Como observado neste artigo, você deve estar atento quanto às concentrações de nutrientes, principalmente aquelas que são perdidas durante a prática de esportes ou exercícios físicos em geral. Fique atento às nossas dicas e é bem provável que você tenha um melhor rendimento em suas atividades físicas!

Dieta e exercícios físicos

Quem deseja perder peso provavelmente já sabe quão importante é aliar dietas e exercícios físicos a fim de aumentar a eficácia de um bom programa de perda de peso. Realizar somente um ou somente o outro não perde seus benefícios, mas juntos são muito mais poderosos. Uma boa dieta pode repor os nutrientes certos sem aumentar demasiadamente a quantidade de calorias queimadas e a prática de exercícios físicos não somente ajuda a queimar as calorias como também auxilia na definição do corpo, tonificando os músculos.

Entretanto, é um erro pensar que dieta e exercícios físicos devem ser realizados de forma combinada somente por quem deseja perder peso. Muitas outras pessoas precisam realizá-los em conjunto. Por exemplo, pessoas que são consideradas hiperlipêmicas, isto é, que apresentam uma grande quantidade de gordura em seu corpo (que é o caso de muitos dos que estão acima do peso, mas não somente eles). Tais pessoas podem se beneficiar da queima acelerada de gordura bem como de uma dieta hipolipêmica, que reduz as chances de repor a gordura perdida.

Outro exemplo é o caso de pessoas com hipertensão arterial: já foi comprovado por meio de pesquisas científicas que pessoas consideradas hipertensas, quando realizam pelo menos 30 minutos de caminhada diariamente, reduzem em muito as chances de apresentar elevação da pressão sanguínea. Da mesma forma, a redução do sal em suas dietas pode ajudar a controlar a pressão arterial, sendo assim, uma caminhada diária aliada a uma alimentação com baixos índices de sódio podem ajudar a controlar casos de hipertensão arterial.

E quem deseja ganhar massa muscular também deve estar atento, pois não basta somente realizar muitos exercícios para os músculos. É necessário repor a energia bem como ingerir mais proteínas 30 minutos após os exercícios como forma de recuperar o organismo bem como oferecer meios ao mesmo para desenvolver a massa muscular, um processo lento e gradual.

Para um programa alimentar específico de ganho de massa muscular ou redução de gordura corporal, deve-se procurar um nutricionista de preferência com especialização em nutrição esportiva, para que possa ser elaborada uma dieta específica que dever ser aliada a prática de atividades físicas com auxílio de um educador físico.