Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Como o excesso de água prejudica a prática de exercícios

Todos sabem que para uma boa prática de exercícios físicos a hidratação é imprescindível, porém alguns atletas que ingerem bastante água por longos períodos, tendem a eliminar muito sódio. Essa perda se dá pela sudorese e o excesso de água no organismo, que resulta numa grande diluição da concentração de sódio no corpo do indivíduo.

Originando assim, a hiponatremiauma doença caracterizada pela deficiência do organismo em manter os níveis basais de sódio. Alguns sintomas da hiponatremia são:

  • Perda de coordenação motora;
  • Inchaço no estômago;
  • Fadiga intensa;
  • Fraqueza;
  • Vômito;
  • Taquicardia;
  • Dores de cabeça;
  • Estado de choque.

Num quadro mais grave, hiponatremia pode levar a alucinações, distúrbios mentais e até estado de coma.

Como já foi mencionado anteriormente, tudo isso se dá pela falta de sódio no organismo. O que causa a deficiência de um dos minerais mais importantes para o bom funcionamento do corpo humano, tais como a contração muscular, absorção de glicose pelas células e o equilíbrio dos líquidos corporais (homeostase).

Agora que já sabemos como o excesso de água prejudica a pratica de exercícios físicos, então é hora de seguir algumas recomendações a respeito do consumo de água durante exercícios de longa duração:

  • Inicie a ingestão de água entre os 15 primeiros minutos;
  • Continue a ingestão, porém, agora com intervalos de 20 minutos;
  • A depender da sua sudorese, você poderá ingerir de no mínimo 500ml a no máximo 2000ml por hora de exercício.

Se for uma competição ou exercício muito intenso é necessário que haja uma reposição de sódio (entre 0,5 e 0,7 gramas por hora) e também carboidratos (de 30 a 60 gramas por hora). Essa reposição deve ser preferencialmente por soluções (bebidas) frias, não podendo ultrapassar os 22 graus e nem está abaixo dos 15.

Dica: lembrar que a ingestão de líquidos mesmo após o exercício é de grande valor para hidratação, mas sempre com moderação afim de evitar o excesso de água no organismo.

Para combater a hiponatremia nos atletas é preciso fazer uso das bebidas isotônicas e até hipertônicas, vai depender do tipo de atividade desenvolvida, a intensidade e a duração da mesma. Apesar que, em geral, as hipotônicas e água simples são mais indicadas por outros motivos de saúde, por exemplo hipertensão.

O maior problema encontrado pelo corpo para manter-se em homeostase é a desidratação, sendo o excesso de água também um dos fatores que pode quebrar o equilíbrio hídrico do meio interno com o externo. Por isso, muita atenção com ingestão de água durante a prática de exercícios, entretanto procure evitar a desidratação.

A desidratação e como evitar

No momento em que o nível de água em nosso corpo atinge valores muito baixos, podemos dá origem a uma condição clínica chamada desidratação, um problema que se não tratado adequadamente pode ser fatal.  Sabe-se que a água participa das várias reações químicas ocorridas em nosso corpo, está presente nos fluidos corporais como o sangue e ajuda a manter a temperatura constante.

Fatores que geram a desidratação

  • Baixa ingestão de líquidos;
  • Perda de líquidos corporais ocorrida mediante distúrbios, por exemplo:
    • Desarranjo intestinal;
    • Regurgitação (vômitos);
    • Produção excessiva de urina (poliúria);
    • Aumento na produção de suor;
    • Longa exposição à luz solar.

Sinais da desidratação

  • Ausência de urina ou produção em volume menor;
  • Cefaleia (dores de cabeça);
  • Enfraquecimento e náuseas;
  • Impressão de boca seca;
  • Em situações mais graves, problemas no funcionamento dos rins.

A desidratação pode causar muitos problemas, quando não tratada imediatamente, podendo ocasionar graves complicações ou até mesmo matar a pessoa.

Prevenção e tratamento da desidratação

Aqui estão alguns tópicos para ajudar você a não ter desidratação:

  • Beber uma grande quantidade de líquidos todos os dias!
  • Evite receber excessiva luz solar em sua pele para não ter insolação;
  • Se já estiver desidratado, você pode beber soro caseiro ou se preferir soro industrializado várias vezes durante o dia para repor a água e os sais minerais que você perdeu.
  • Preste atenção a cor da sua urina que não deve ser escura, pois isso pode ser um problema. Quando a urina estiver com tom escuro é um indício de desidratação!

Aí vão algumas sugestões que você não deve deixar de atender se você é um praticante de esporte ou se você gosta de pegar sol:

  • Você deve consumir muita água antes de iniciar qualquer atividade de esporte ou ir a praia!
  • Durante qualquer prática de esporte ou na praia a pessoa deve ingerir muito líquido;
  • Não se esqueça de beber água após todo esforço físico que tiver e ao voltar da praia, pois mediante a elevada perda de líquido, faz-se necessário repor para não ficar desidratado.