Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Obesidade infantil

Assim como a obesidade em adultos tem seus números cada vez mais aumentado a obesidade infantil também tem alcançado grandes proporções. Na infância é onde ocorre a formação dos hábitos alimentares, ainda nessa fase a quantidade de células adiposas é determinante nos padrões de composição corporal do futuro, ou seja, a probabilidade de uma criança obesa tornar-se um adulto obeso é muito alta.

Dentre os fatores que levam ao surgimento da obesidade infantil podemos destacar o desmame precoce, a preparação incorreta das fórmulas lácteas, o elevado consumo de frituras, guloseimas, lanches e comidas industrializadas além disso a falta de atividades físicas, problemas psicológicos e casos de pessoas obesas na família também contribuem para o ganho de peso em crianças. A escola como uma instituição social tem papel importante na estimulação da prática de atividades físicas entre crianças e adolescentes.

A obesidade infantil traz várias implicações a saúde da criança, muitos médicos já afirmam encontrar crianças com doenças antes só percebidas em adultos como hipertensão, alterações ortopédicas, diabetes, colesterol e triglicérides alto entre todas as outras complicações associadas a obesidade.

Recomendações no combate e prevenção à obesidade

  • Incentivar o consumo de frutas, verduras e legumes e combater a elevada ingestão de alimentos calóricos e com baixo valor nutricional como frituras, refrigerantes e doces. A criança necessita de uma determinada quantidade de vitaminas de acordo com a sua idade, para alcançar esta quantidade as frutas e verduras são ótimas aliadas.
  • Conscientizar a população infantil da importância de uma boa alimentação é fundamental, a obesidade tem raízes em hábitos alimentares que no caso das crianças ainda estão em formação, neste caso a introdução da educação nutricional promove a modificação de comportamentos alimentares distorcidos.
  • A prática de exercícios físicos é outra recomendação fundamental no combate a obesidade infantil, crianças sedentárias tem uma maior probabilidade de tornarem-se obesas. Neste aspecto além do incentivo dos pais, a escola tem uma grande participação na promoção de atividades físicas.
  • A alimentação da família é determinante na vida da criança. Quando os pais são obesos e não desejam o mesmo para seus filhos esta tarefa será bem mais complicada, caso os pais também adquiram uma alimentação e estilo de vida saudável a probabilidade dos filhos seguirem o mesmo caminho é alta.
  • Não adianta apelar para regimes rígidos e altamente restritivos pois a sua ineficácia é comprovada, eles acabam por aumentar os problemas psicológicos das crianças ao sentirem-se frustradas com a ausência de bons resultados.

Para o tratamento da obesidade infantil o auxílio de um médico, nutricionista e educador físico é de extrema importância. Em alguns casos que envolvam problemas psicológicos faz-se necessário a ajuda de um psicológo, além de toda essa equipe de profissionais, o incentivo e compreensão dos pais é fundamental.

Causas da obesidade

A obesidade é uma doença que apresenta diversos fatores que levam ao surgimento da mesma. Diagnosticar as causas da obesidade permite combater o problema, a dificuldade em encontrar o que levou o surgimento da doença muitas vezes é ignorado quando o paciente busca ajuda para combater o problema, no entanto conhecer as causas aumentam as chances de promover um tratamento eficaz.

Causas da obesidade

  • Estilo de vida – O estilo de vida que o indivíduo apresenta é determinante para gerar ou não a obesidade. A qualidade da dieta bem como a prática de atividades físicas são fatores fundamentais, os indivíduos obesos geralmente apresentam uma dieta hipercalórica com excessos de açúcares e gorduras e baixa ingestão de frutas, verduras, legumes e fibras. O sedentarismo também é presente em indivíduos obesos o que contribui para que o gasto energético do indivíduo seja baixo.
  • História familiar – Quando várias membros da família encontram-se obesos relaciona-se a obesidade com a genética, no entanto aliado a questão genética as pessoas que apresentam a obesidade têm em comum hábitos de vida que não são considerados saudáveis.
  • Fatores psicológicos – As questões que envolvem o psicológico do indivíduo também contribuem para a obesidade. Pessoas com depressão e até mesmo que utilizam antidepressivos podem desenvolver a doença.
  • Outras doenças – Algumas patologias podem levar a obesidade principalmente aquelas que envolvem distúrbios hormonais, problemas neurológicos e medicamentos como esteróides também podem contribuir para o ganho de peso.
  • Gravidez – A gestação inevitavelmente leva a mulher ao ganho de peso, no entanto algumas mulheres após esse período não conseguem retornar ao estado pós gestação e permanecem obesas, essa situação causa muitas vezes problemas depressivos na mulher.

Diversas são as causas da obesidade que se pode destacar, no entanto quase todas essas causas associam-se a uma alimentação não balanceada e a um estilo de vida sedentário. O conhecimento e combate da causa do problema promove um tratamento eficaz para a obesidade.