Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Diabetes infantil

A diabetes tipo 1 em crianças é uma condição na qual o pâncreas já não produz a insulina que elas precisam para sobreviver, e por isso a insulina vai precisar ser administrada para que o organismo infantil não sinta sua falta. A Diabetes tipo 1 em crianças costumava ser conhecida como diabetes juvenil ou diabetes insulinodependente.

A diabetes tipo 1 é classificada como uma doença autoimune, o que significa uma condição na qual há ataques ao sistema imunológico do corpo, dos tecidos e dos órgãos das crianças. Nesse artigo iremos abordar as questões relevantes relativas ao diabetes infantil.

Causa da diabetes infantil

Tal como acontece com os adultos, a causa da diabetes na infância até o presente momento ainda não foi bem compreendida. Talvez seja muito provável que sua causa envolva uma predisposição genética combinada com fatores ambientais associados ao desenvolvimento da doença. Porém, vale ressaltar que a maioria das crianças que desenvolvem diabetes infantil não tem um histórico familiar da doença.

Sintomas da diabetes infantil

Os sinais e sintomas da diabetes do tipo 1 em crianças geralmente se desenvolvem muito rápido em algumas semanas. Entre os principais estão:

– Aumento da sede na criança e vontade frequente de urinar – Ao mesmo tempo em que o excesso de açúcar se acumula na corrente sanguínea da criança, o líquido é retirado dos tecidos. Como resultado desse processo a criança fica com sede, bebendo muita água e urinando com mais frequência do que o habitual.

– Fome exagerada – Sem insulina suficiente para movimentar o açúcar dentro das células do corpo da criança, seus músculos e órgãos ficam com energia insuficiente. Este processo desencadeia um aumento muito grande no apetite da criança. É importante ressaltar que apesar da perda de peso comendo mais do que o habitual para aliviar a fome, a criança pode perder peso rapidamente.

Sem as fontes energéticas do açúcar, os tecidos musculares e o armazenamento de gordura simplesmente tendem a se recolherem. A perda de peso sem explicação aparente pode muitas vezes ser o primeiro sintoma da diabetes a ser reconhecido.

– Sensação de fadiga – Se as células da criança não recebem o açúcar necessário, ela pode se tornar cansada e com sono.

– Irritabilidade ou mudanças bruscas de comportamento – As crianças com diabetes infantil podem de repente parecer mal-humoradas ou muito irritadas.

– Visão embaçada – Se o açúcar no sangue da criança estiver muito elevado, o líquido pode ser puxado a partir dos olhos dela. Isso pode afetar a capacidade de visão e de concentração.

– Infecções leves – As meninas com diabetes tipo 1 podem apresentar uma infecção por fungos genital e os bebês podem desenvolver assaduras.

– Às vezes, a acidose diabética ocorre antes que diabetes seja diagnosticada, embora isso aconteça com menos frequência.

Se a diabetes for diagnosticada, a criança deve ser encaminhada ao especialista em diabetes infantil.

Tratamento da diabetes infantil

A maioria das crianças com diabetes precisa de tratamento com insulina. Se este for o caso, o seu filho vai precisar de uma rotina de insulina individual, que será planejado com a equipe de especialistas da doença.

As crianças muito pequenas normalmente não precisar tomar injeção de insulina à noite, mas vão precisar de uma medida maior à medida que envelhecerem. Muitas vezes, após o primeiro ano do diagnóstico da diabetes, a criança pode precisar apenas de uma pequena dose de insulina.

O tratamento inclui além da aplicação de insulina, o controle da glicose e prevenção de hipoglicemia, que são alterações de glicose no sangue.

Atitudes dos pais de crianças com diabetes infantil

Viver com diabetes pode colocar as famílias sob uma constante pressão, portanto, o acesso ao suporte de uma equipe profissional especializada é essencial.

Compreender todos os aspectos diferentes de diabetes e seu tratamento requer paciência, mas vai beneficiar a criança e sua vida familiar.

A equipe de especialistas em diabetes infantil do hospital pode ajudar os pais da seguinte maneira:

  •   Ensiná-los como administrar injeções de insulina. A insulina é geralmente injetada na pele sobre o abdômen ou nas coxas.
  •   Ensiná-los a conhecer os sintomas da baixa de glicose no sangue e acidose diabética e o que fazer para tratá-los.
  •   Ensiná-los a se certificar se a glicose está sempre disponível.
  •   Ensinar pais e filhos em determinada faixa etária, a medirem os níveis de glicose no sangue.
  •  Ensinar a criança, mais ou menos a partir de nove anos de idade a autoadministração das injeções de insulina.

Dieta da criança com diabetes infantil

Um nutricionista treinado é geralmente um dos membros da equipe de diabetes do hospital. É importante dar ao seu filho uma dieta saudável e equilibrada, que seja rica em fibras e carboidratos. O nutricionista é o profissional habilitado para prescrever a dieta de um paciente diabético.

Por Salete Dias