Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Tratamento e prevenção da dislipidemia

Os lipídios são muito importantes para o organismo, para que ele funcione de forma correta. Eles atuam no transporte de algumas vitaminas, na produção de hormônios, como reserva energética além de apresentar funções estruturais. No entanto, todos os nutrientes devem estar em nosso organismo de forma equilibrada, pois quando se encontram em excesso podem ocasionar problemas ao organismo.

A dislipidemia é um distúrbio caracterizado pelo aumento de lipídios na corrente sanguínea, principalmente triglicerídeos e colesterol. O colesterol é indispensável para a vida e atua principalmente na produção de hormônios. Nesse artigo vamos falar sobre o tratamento e prevenção da dislipidemia bem como sobre o efeito das frituras em nosso organismo.

Tipos de dislipidemia

  • Primária – Apresenta origem genética, neste caso o indivíduo possui história familiar de dislipidemia;
  • Secundária – É ocasionada por outras patologias como obesidade, diabetes mellitus, insuficiência renal crônica entre outras, além disso hábitos inadequados como ingerir bebidas alcoólicas e o fumo também podem ocasionar o distúrbio.

É importante conhecer o tipo de dislipidemia para que se possa determinar o tratamento adequado.

Sintomas da dislipidemia

O aumento do colesterol e dos triglicerídeos na grande maioria das vezes não provoca sintomas, dessa forma é muito comum que o indivíduo esteja com os níveis de colesterol e triglicerídeos elevados e não saiba. É importante que a dosagem dessas substâncias no sangue seja realizada frequentemente como forma de prevenção da dislipidemia e das suas consequências.

Caso o indivíduo apresente fatores de risco como pressão arterial elevada, obesidade, diabetes, sedentarismo e história familiar de dislipidemias é necessário checar os níveis de colesterol e triglicerídeos com maior frequência.

Tratamento e prevenção da dislipidemia

Caso seja comprovado altos níveis de lipídios no sangue do indivíduo, o médico deverá prescrever o tratamento adequado e orientar o paciente no combate as causas que geraram o distúrbio.

Para a prevenção da dislipidemia recomenda-se:

  • Evitar a obesidade – É importante manter-se dentro do peso ideal;
  • Evitar o sedentarismo – Através da prática de atividades físicas;
  • Evitar o consumo de alimentos com elevados níveis de gorduras saturadas – É importante dá preferência a alimentos grelhados, assados ou cozidos; procure evitar os alimentos fritos diretamente no óleo ou manteiga;
  • Evitar ingerir bebidas alcoólicas em excesso e não fumar.
  • Evitar o consumo de frituras (alimentos fritos em óleo)

 Frituras

Muito se fala que as frituras causam diversos problemas ao organismo, inclusive são fatores que favorecem as dislipidemias. No entanto, por que será que isso acontece? Será que devemos excluir esses alimentos do nosso cardápio?

As frituras caracterizam aquelas comidas em que sua forma de cocção se dá diretamente no óleo em geral muito quente. Quando se aquece muito o óleo ou até mesmo quando ele é reutilizado por várias vezes acaba-se por favorecer o processo da oxidação de gorduras que causa um odor desagradável nos alimentos além de ser tóxica ao organismo.

Além disso, o equilíbrio alimentar é fundamental para uma alimentação saudável quando ocorre excesso de determinado alimento é porque o indivíduo está ingerindo ele em maior quantidade, e em compensação acaba por não consumir nutrientes importantes que devem ser encontrados em outros alimentos.

Como já foi dito, o excesso de determinados tipos de alimentos é extremamente prejudicial ao organismo. No caso dos óleos e gorduras em excesso, eles podem causar o entupimento das artérias provocando uma doença conhecida como aterosclerose.

Frituras

Problemas causados pelo excesso das frituras

  • Aterosclerose
  • Aumento do colesterol ruim e dos triglicerídeos (dislipidemia)
  • Câncer
  • Gastrite
  • Obesidade

Acroleína e seus malefícios

Outro ponto importante a ser destacado é que a exposição da gordura ao calor promove a perda de água das moléculas presentes no óleo, como isso ocorre a formação de um composto conhecido como acroleína. Essa substância é considerada causadora de câncer além de causar irritações nas mucosas nasais e gástricas.

A acroleína é uma substância que compromete o funcionamento das artérias e consequentemente o fornecimento de sangue ao organismo, ao causar esse efeito no organismo, o indivíduo sente uma redução na qualidade de vida; a acroleína também causa o envelhecimento precoce. Manter a pele jovem e saudável é um dos benefícios obtidos por aqueles que procuram evitar as frituras.

Sem dúvida os óleos que são reutilizados apresentam uma quantidade significativa dessa substância tão prejudicial à saúde. Em casa, você pode evitar reutilizar os óleos, já para aqueles indivíduos que tem o hábito de consumir frituras fora de casa ele acaba por estar exposto constantemente a esse risco.

É importante destacar que as gorduras também desempenham sua importância no organismo, portanto não se recomenda que elas sejam excluídas da dieta, mas apenas que sejam consumidas com moderação, além disso, é importante evitar alguns fatores que favorecem o surgimento de doenças que é o reaquecimento dos óleos além de sua ingestão em excesso.