Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Por que é tão difícil emagrecer?

Emagrecer lhe parece uma tarefa impossível de ser cumprida? Alguma vez você já se perguntou por que é tão difícil emagrecer? Já tentou diversas dietas indicadas por amigos(as) ou mesmo por nutricionistas e mesmo assim não conseguiu perder peso e ficar com um belo corpo? Calma, isso não acontece só com você – emagrecer pode ser uma tarefa complicada para qualquer um, principalmente quando não se está acostumado com o novo estilo de vida (mais saudável) que se deve adotar.

Nutrição em Foco fez um levantamento e constatou três como sendo os principais empecilhos para o emagrecimento de forma saudável.

Dificuldades em manter os novos hábitos alimentares

O primeiro grande problema é que os novos hábitos alimentares podem contrastar muito com as preferências da pessoa. Estamos, muitas vezes, acostumados com hábitos alimentares desregrados, onde comemos muitos alimentos gordurosos e altamente calóricos – e estes são os principais inimigos daqueles que desejam emagrecer.

Sendo assim, o primeiro obstáculo que você provavelmente enfrentará quando tentando emagrecer é conseguir manter os novos hábitos alimentares – uma tarefa nada fácil, diga-se de passagem.

A dica aqui pode ser a redução gradual dos “alimentos proibidos”, substituindo-os por alimentos mais saudáveis na medida em que são necessários, desta forma, seu corpo e mente podem ir acostumando-se com a reeducação alimentar e a sensação de “impacto” causada pela mudança nos hábitos será menor.

A prática de exercícios físicos também é importante

Um segundo ponto bastante problemático é a introdução de atividades físicas na rotina do indivíduo: começar a realizar atividades físicas não é difícil, o difícil mesmo é continuar fazendo as mesmas atividades físicas, diariamente.

Entretanto, não há como contra-argumentar: se a pessoa deseja não somente emagrecer, mas também manter o corpo saudável e em forma, é necessário que se desenvolva a prática de exercícios físicos aliada à nova alimentação, pois são os exercícios físicos que irão não somente contribuir com o delineamento dos músculos do corpo, mas também com a prevenção de diversos distúrbios e doenças, dentre elas doenças crônicas não-transmissíveis como a obesidade e hipertensão arterial.

Paciência – os resultados virão com o tempo

E o terceiro principal ponto a se observar é a necessidade de ter paciência – não é em alguns dias ou semanas que se perderá todo o excesso de peso e manterá o corpo em forma. Trata-se de uma rotina que deve virar hábito, assim, trará grandes benefícios ao longo de toda a vida e não somente em um curto período em que se está preocupado(a) com o peso.

São necessárias, assim, persistência e paciência – os resultados virão gradualmente, conforme o tempo passa. Querer “adiantar o relógio”, conseguir resultados em menos tempo somente levará a falsos resultados, aumentando assim a sua frustração por mais uma tentativa de emagrecimento sem sucesso.

Adote um novo estilo de vida e o viva intensamente – esta é a melhor forma de não somente emagrecer como também sentir-se bem consigo mesmo(a)!