Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

O iodo

Descoberto na França  no ano de  1811 pelo cientista Bernard Courtois nas algas marinhas, o iodo é um oligoelemento que pertence ao grupo dos halogênios e que quando está em contato com  a temperatura do meio ambiente, é encontrado em seu estado sólido. O iodo possui como principal característica não ser um metal e poder ser empregado em especial na área médica como corante em revelações de fotografias.

Principais características do iodo

O iodo possui uma cor negra lustrosa e com um brilho metálico bem suaves que em condições normais apresenta a capacidade de sublimação produzindo um gás com um forte odor  e uma cor de violeta. Semelhante a família dos halogênios o qual pertence ele costuma formar compostos com outras substâncias em grande quantidade. Vale ressaltar que do grupo dos halogênios, o iodo é o menos reativo e possui também determinadas características de metais. É pouco solúvel em meio aquático.

No entanto apresenta a capacidade de se dissolver muito rapidamente  na presença de elementos de de origem orgânica como por exemplo o clorofórmio, o etanol , o tetracloreto de carbono entre outros, que produzem substancias de cor violeta, no entanto se o iodo for dissolvido na presença de amido forma uma cor azulada.

Funções do iodo no organismo humano

De acordo com profissionais especialistas em nutrição e nutrologia o Iodo é um oligoelemento químico de grande importância para o organismo dos seres humanos, pois uma das suas principais funções é atuar de maneira significativa nos hormônios tireóideos, na produção pela  glândula tireoide dos  hormônios tri-iodotironina e tiroxina que são substâncias hormonais que contém iodo.

Resultado da deficiência de iodo no corpo

Segundo especialistas a deficiência do iodo nos seres humanos ocasiona uma enfermidade conhecida como hipotiroidismo que  resulta em mixedema ( que é uma desordem na pele e tecidos em virtude do hipotiroidismo) e bócio (que é o aumento do volume da tireoide).

Pode  ocasionar na fase infantil dos indivíduos  um quadro de déficit intelectual e físico, daí a importância do teste do pezinho nos recém nascidos pois se for detectado a tempo essa  ausência de iodo no corpo da criança os  profissionais da área de saúde podem compensar essa falta com a administração de  doses de  uma substância conhecida como tiroxina.

Os principais sintomas no recém-nascido de hipotiroidismo apatia, choro rouco, diminuição de reflexos, constipação intestinal, hérnia umbilical entre outros. Já o excesso de iodo no corpo humano humano resulta no hipertiroidismo (que  é quando a glândula tireoide esta muito ativa e produz uma quantidade muito grande de hormônio e que apresenta como sintomas  uma  hiperativação do  metabolismo  no corpo humano, irritação, nervosismo e insônia entre outros.

Vale ressaltar que essas doenças devem ser tratadas por um especialista  pois comprometem muito a saúde dos indivíduos.

Importância dos compostos de iodo

Os especialistas ressaltam que a importância dos compostos de iodo  fica bem mais evidente  quando eles são utilizados no campo médico e na área da química orgânica.  Em medicina a tiroxina e os iodetos são usados  na chamada medicina interna. Já o iodeto de potássio é utilizado na revelação de  fotografias.

O iodeto de prata  tem uma função muito interessante que é a criação de chuvas artificiais que devem ser utilizados provavelmente em solos secos para torná-los mais  apropriados para o plantio ou então em regiões já devastadas pela ausência de chuva onde  a seca já dura muito tempo.