Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Nutrição no idoso

Os idosos hoje representam uma grande parcela da população atendida nos serviços de saúde, este fato contribui para ressaltar a importância da nutrição no idoso como forma de prevenir doenças e possíveis deficiências que atrapalhem o processo saudável do envelhecimento. Naturalmente o idoso passa por mudanças fisiológicas que incluem alterações no metabolismo, no sistema digestivo, no processo de mastigação entre outros.

Hoje, observa-se o aumento das doenças crônicas nos idosos, no entanto pode-se perceber também que existe uma preocupação com a saúde que reflete no aumento da expectativa de vida. O médico deixou de ser procurado apenas quando a doença já está presente, mas como forma de prevenir o surgimento de problemas de saúde. É importante que a velhice seja entendida como um processo natural da vida, que deve ser respeitado e prolongado da forma mais agradável possível. A nutrição no idoso visa auxiliar este processo de uma forma saudável.

Para planejar as necessidades de um indivíduo nesta fase, deve-se levar em consideração diversos fatores fisiológicos, psicológicos e ambientais que irão influenciar na dieta do idoso. Este planejamento deve ocorrer de forma individualizada para que possa ser estabelecido desde as calorias da dieta até a quantidade correta de proteínas, carboidratos e lipídios que atenda as necessidades nutricionais de cada indivíduo. A quantidade ideal de água ingerida também deve ser estabelecida para que a hidratação corporal possa ser mantida, outro aspecto importante que deve ser levado em consideração na dieta do idoso é a quantidade de fibra que ele deve ingerir para que possa ser evitada a constipação intestinal.

A alimentação saudável do idoso deve ser associada a prática de atividades físicas, no entanto a realização dessas atividades deve ser monitorada tanto por um profissional de educação física como por um médico. É importante realizar exames que atestem a boa disposição para a realização de exercícios e que o melhor tipo de atividade seja disponibilizada de acordo com as necessidades do idoso. O idoso ativo melhora não só a sua capacidade física, mas de diversas funções do organismo que incluem até mesmo o caráter psicológico.

Outro aspecto importante que deve ser levado em consideração na nutrição no idoso é a ingestão de sal, a quantidade de sal ingerida contribui significativamente para elevação da pressão arterial, problema muito comum entre os idosos, além de facilitar a excreção de cálcio, o que pode gerar uma deficiência deste nutriente que é fundamental nesta fase da vida. A realização de medidas que envolvam uma melhoria na saúde do idoso deve ser levada em consideração visando uma elevada expectativa de vida com qualidade.

Cálcio

O cálcio é um mineral muito importante em todas as fases da vida, ele é responsável pela formação óssea e manutenção saudável dos mesmos além de ser fundamental também na formação dos dentes. Em algumas fases da vida a demanda por este mineral é maior, quando isto ocorre é necessário aumentar o consumo de alimentos ricos em cálcio e em alguns casos a suplementação é recomendada.

Funções do cálcio

Entre as diversas funções do cálcio em nosso organismo, pode-se destacar  o seu papel na manutenção das contrações muscular e cardíaca saudáveis, protege o organismo contra infecções, participa da coagulação sanguínea além da sua conhecida atuação na formação de ossos e dentes.

A ausência de cálcio no organismo provoca diversas deficiências pois reduz as defesas do organismo, tornando o indivíduo muito susceptível a infecções. Outras consequências da ausência do cálcio é a presença constante de cãibras, problemas na coagulação sanguínea, espasmos musculares, deformidades ósseas além de insônia, nervosismo e irritabilidade.

Ingestão de cálcio na terceira idade

A ingestão do cálcio durante toda a vida é que irá determinar a resistência dos ossos do idoso, claro que outros fatores também influenciam, entretanto o cálcio na dieta é algo fundamental. A osteoporose que consiste na fraqueza e porosidade óssea é resultado entre outros fatores de uma ingestão deficiente de cálcio principalmente na infância e na adolescência, essa doença costuma aparecer com frequência nos idosos e pode ser evitada através de um consumo regular de cálcio durante toda a vida.

Durante a gestação tem-se a necessidade de cálcio aumentada, nesta fase é importante a ingestão de alimentos fontes de cálcio constantemente nas refeições bem como a suplementação realizada com supervisão médica. Caso a mãe apresente deficiência deste mineral, o bebê utilizará para seu desenvolvimento o cálcio contido nos ossos da mãe gerando problemas futuro para a mesma. Além disso, a pré eclampsia também está associada a ausência de cálcio durante a gravidez.

cálcio é encontrado basicamente no leite e em seus derivados, outras fontes desse mineral são algumas frutas e legumes. Os alimentos que são fontes de cálcio são imprescindíveis na dieta do idoso.