Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Mitos e verdades sobre alimentação infantil

É comum muitos pais apresentarem dúvidas sobre a alimentação dos seus filhos, dicas que já ouviram falar ou até mesmo que cresceram ouvindo, muitas vezes preocupam os pais por não terem certeza da informação que influencia na vida de seus filhos. Alguns mitos e verdades sobre a alimentação infantil serão discutidos neste artigo, justamente para esclarecer estas dúvidas e auxiliar em uma melhor maneira de conduzir a alimentação das crianças.

Mitos e verdades sobre a alimentação infantil

  1. A criança deve consumir sempre os alimentos que elas aceitam: Errado. Na verdade, é muito comum a criança rejeitar determinados tipos de alimentos e a partir desta atitude os pais começam a oferecer sempre os mesmos alimentos com o objetivo de que a criança possa simplesmente comer e não rejeitar a comida, no entanto os alimentos rejeitados pela criança devem estar sendo sempre oferecidos com certa frequência ou até mesmo adicionados a algumas preparações para que a criança prove e passe a gostar de outros alimentos.
  2. As crianças não devem lanchar entre as refeições: Errado. Essa ideia é comum principalmente em famílias onde as crianças apresentam muita resistência para realizar as grandes refeições, quando isso acontece muitos pais retiram os lanches para que as crianças estejam com bastante fome no almoço e jantar. Esta atitude não é correta, pois é essencial que as crianças realizem lanches saudáveis  (sucos, frutas, sanduíches) para que se possam atingir as quantidades de vitaminas e minerais por meio da alimentação.
  3. Os multivitamínicos devem sempre ser oferecidos a criança: Errado. Estes complexos vitamínicos só devem ser utilizados quando forem recomendados por médico ou nutricionista, eles são indicados quando a alimentação da criança apresentar algum déficit de vitaminas, minerais ou calorias.
  4. A carne vermelha é essencial para o crescimento saudável: Certo. Isso porque as carnes vermelhas são as melhores fontes de ferro biodisponível que existem na natureza, além disso o ferro é indispensável na prevenção da anemia que atinge cerca de 40% das crianças entre 0 a 6 anos no Brasil.
  5. Gemada fortalece a criança e combate doenças: Errado. Esta por ser uma dica antiga e que funcionou durante muito tempo, no entanto a receita da gemada contém ovo cru, e o seu uso está proibido pelo Ministério da Saúde. Isto porque alguns ovos podem estar contaminados por Salmonella, dessa forma com o objetivo de ter um filho saudável, o indivíduo pode acabar acarretando um séria doença na criança, a salmonelose, que pode levar a morte.
  6. As frutas com casca são mais saudáveis: Certo. Quando as cascas estão presentes nas frutas, elas tem o seu teor de fibras aumentado, além disso as fibras atuam no sistema digestivo e impedem a constipação intestinal nas crianças.

Os mitos e verdades sobre a alimentação infantil descritos acima auxiliam em algumas dúvidas básicas presentes no dia a dia, uma alimentação saudável e variada sem restrição de grupos alimentares é essencial para um bom desenvolvimento infantil, vale ressaltar também que entre 1 e 6 anos de idade, que caracteriza a faze pré escolar, a maior característica comum entre as crianças é a  inapetência (falta de apetite), logo não se deve constituí-lá como uma preocupação, o importante é que a criança esteja sempre dentro do peso e altura adequados para a idade.