Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Importância da água

É imprescindível falar da importância da água para todos os seres humanos. Composta  por dois gases sendo duas moléculas de hidrogênio e uma de oxigênio o que resulta na fórmula química mais conhecida pelas pessoas de um modo geral que é H2O,  a água é  o que nutre o planeta Terra, pois para que exista vida humana, vegetal ou animal sua presença é essencial. Além disso  tanto a vegetação, quanto o clima, a agricultura e  a atmosfera depende da água.

Ciclo da água na natureza

Na natureza a água está sempre mudando  seu estado físico para formar um ciclo.  Com altas temperaturas na superfície da terra ela se evapora e se transforma em vapor d’água, que sobe para a atmosfera terrestre e fica armazenado, se  condensando quando encontra  uma camada fria.

A partir daí ocorre o fenômeno da  condensação onde gotas de água são formadas e se juntam formando as nuvens, que quando ficam muito pesadas em virtude da quantidade de água retornam ao solo em forma de chuva. Uma parte da água em forma de chuva  vai para os mares e os oceanos e a outra  forma os chamados lençóis subterrâneos. Quando  a água é exposta ao calor volta a evaporar recomeçando o ciclo.

Distribuição da água na superfície terrestre

De acordo com estudos científicos três quartos da superfície terrestre são cobertos pela água, ou seja,  essa  quantidade  equivale a aproximadamente  um bilhão e meio do líquido  em  Km³ espalhada por todo o planeta Terra  em forma de lagos, rios, oceanos, geleiras e lençóis d’água.

Importância da água para os seres humanos

As pessoas  já sabem que  a água é de importância vital para todos os seres humanos. No planeta Terra os primeiros seres apareceram na água há mais de três bilhões de anos, e segundo os cientistas que estudam  a evolução do planeta, sem ela provavelmente não existiria vida humana. Nos seres humanos ela compõe cerca de 70% do peso corporal de cada indivíduo.

As soluções aquosas são responsáveis dentro do corpo  pelo transporte de várias substâncias importantes para dentro e para fora do meio celular além de transportar também sais minerais. Além disso, a água é responsável por regular a temperatura corporal dos seres humanos.

Reservas hídricas

O Brasil pode ser considerado um país privilegiado quando o  assunto é riqueza hídrica. Segundo dados coletados o estado brasileiro possui cerca de 20% da água superficial de todo o planeta, sendo que a maior parte dessa reserva encontra-se na região da Amazônia com cerca de 80% desse total.

Nessa região encontra-se  a bacia Amazônica que é considerada como a maior bacia fluvial já encontrada no planeta.

Importância do tratamento da água

Para ser consumida pelos seres humanos, a água deve ser potável ou seja não pode estar contaminada, para que não coloque em risco a saúde das pessoas. Quando a água é contaminada pelo próprio ser humano que a utiliza para outros fins que não a ingestão, elas são chamadas de águas residuais em virtude da presença de várias substâncias estranhas a sua composição.

Quando isso acontece é necessário o tratamento da água que é um processo complexo além de caro. Vale ressaltar que o homem e os seres vivos do planeta necessitam de água para sobreviver e cabe aos indivíduos conservarem  esse líquido tão precioso para toda a humanidade.

Água em excesso prejudica o desempenho na atividade física

A prática de atividade física é algo importantíssimo, porém muitas pessoas acabam bebendo água em demasia, o que as faz eliminar uma grande quantidade de sódio pela urina. Esse déficit se dá também por causa do suor, então o organismo tem uma forte baixa de sódio.

Quando isso acontece constantemente, ocorre o quadro de hiponatremia, que é a carência de sódio no organismo. Os sintomas dessa enfermidade são os seguintes:

  • Diminuição da capacidade motora;
  • Cansaço intermitente;
  • Inchaço na região estomacal;
  • Episódios de vômito;
  • Sensação de fraqueza;
  • Enxaquecas constantes;
  • Aceleração intensa dos batimentos cardíacos;
  • A pessoa apresenta estado de choque.

Quando a hiponatremia ocorre de forma mais grave, o indivíduo pode ter um quadro de delírios, com alterações da capacidade mental, podendo chegar até mesmo ao coma. Lembrando que todos esses problemas da hiponatremia são causados pela carência de sódio. O sódio é um elemento essencial para o funcionamento de vários mecanismos corporais, como na quebra da glicose pela célula, no transporte de líquidos corporais (sangue e linfa) e na contração dos músculos, inclusive o cardíaco.

Para que você se exercite sem ter o risco de ter um quadro de hiponatremia, siga ao pé da letra essas dicas:

  • Beba água nos primeiros 15 minutos de atividade física;
  • Faça uma nova ingestão de líquidos, de 20 em 20 minutos;
  • Dependendo da quantidade de suor que você produzir, pode tomar de 0,5L a 2L de água por hora de atividade física.

No caso de um campeonato ou outro tipo de competição, o atleta deve repor os níveis de carboidratos e sódio, de hora em hora. A renovação desses nutrientes deve ser realizada com líquidos frios, que estejam entre 15 e 22 graus. Não se esqueça: mesmo depois do fim da atividade física, a ingestão de líquidos deve continuar, porém sem excesso para não afetar os bons níveis de sódio no corpo.

Dependendo da atividade física exercida, o esportista pode precisar de líquidos isotônicos ou hipertônicos para evitar a hiponatremia. Porque normalmente as bebidas hipotônicas são indicadas para pessoas com problemas de pressão alta.

A maior causa de desequilíbrio da homeostase corporal é a desidratação, porém o excesso de água pode afetar negativamente o equilíbrio de líquidos no organismo. Então, tenha muito cuidado com a ingestão baixa ou exagerada de água durante a sua atividade física.