Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Fast food – o perigo das “comidas rápidas”

Algumas modificações surgiram no padrão alimentar da população brasileira nas últimas décadas: a globalização e conseqüente industrialização deram espaço a um mundo moderno e imediatista onde se alimentar rapidamente e com baixo custo é um hábito comum entre as pessoas.

O perigo presente nessas “refeições rápidas” geralmente realizadas fora de casa, consiste em um consumo de alimentos com alta densidade energética e baixo valor nutricional. A indústria dos fast foods visa basicamente atender as “necessidades” do homem moderno, sem se preocupar com a qualidade da alimentação oferecida. O povo brasileiro tem adquirido o hábito que se tornou cultural nos Estados Unidos de consumir esses alimentos, seja pela falta de tempo ou comodidade. O estado nutricional da população americana é afetado pela comprovada obesidade entre adultos, crianças e adolescentes.

Em uma alimentação saudável não se deve conter alimentos processados, pré-preparados ou prontos, pois a industrialização dos alimentos retira o sabor original destes e para devolvê-lo são acrescentadas altas quantidades de açúcares, gorduras e sal.

A praticidade da fast food acarreta sérias conseqüências ao organismo, pois as substâncias contidas nestes devem ser administradas em doses mínimas diárias.

As gorduras industrializadas, o açúcar e o sal presentes em altas doses nesses alimentos aumentam o risco de obesidade, doenças cardíacas, elevam o nível de colesterol e podem ocasionar o entupimento de veias e artérias.

O ideal seria excluir totalmente esses alimentos do nosso cardápio, porém se houver a necessidade de consumi-los que seja raramente. A contradição em se falar dos males causados pela ingestão freqüente dos fast foods, é que se alimentar é um ato voluntário e consciente, partindo assim do individuo a escolha do que, onde e como comer. Por isso, escolha sempre refeições e lanches saudáveis que contribuam positivamente para a melhoria do estado nutricional.

Referências Bibliográficas

KASULO FITNESS, Os perigos escondidos da fast food

PROFESSORA NEUSA, Fast Food