Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Como preparar uma marmita saudável

Muitas pessoas hoje em dia necessitam fazer uma das refeições principais, geralmente o almoço, no ambiente de trabalho. Nessa hora é importante considerar qual tipo de alimentação o indivíduo terá nessa refeição fora de casa. Muitos ainda preferem comer no restaurante mais próximo da empresa, no entanto levar a própria marmita de casa ganha cada dia mais adeptos, seja por preferir uma alimentação mais saudável ou por questões financeiras.

Na hora de preparar a marmita surgem muitas dúvidas que variam desde quais alimentos a pessoa irá levar como também onde manter essa marmita até a hora do almoço. Para auxiliar em algumas dessas dúvidas frequentes das pessoas que preparam suas marmitas, disponibilizaremos esse artigo que traz dicas de como preparar uma marmita saudável.

Como preparar uma marmita saudável

  • Alguns alimentos que apresentam uma grande facilidade de contaminação devem ser evitados. Portanto, derivados do leite, carnes mal cozidas, alimentos mistos e ovos devem ser evitados em marmitas.
  • A presença da salada na marmita é essencial. Algumas pessoas não adicionam salada à marmita para não misturar a temperatura do alimento quente com o frio, no entanto o ideal é que a marmita tenha divisórias para que a os legumes e verduras não fiquem murchos ou percam suas propriedades nutricionais. Caso o indivíduo não tenha uma marmita com divisórias, a salada pode ser levada em um recipiente à parte. É importante que os legumes e verduras sejam ingeridos diariamente pois eles fornecem uma quantidade significativa de fibras, vitaminas e minerais que são indispensáveis a saúde.
  • As frituras devem ser evitadas, pois esses alimentos além de serem muito calóricos contribuem para o aumento do colesterol ruim. Procure adicionar à marmita alimentos grelhados, assados ou cozidos; é importante criar o hábito de evitar ao máximo o consumo de alimentos que sejam fritos diretamente na gordura.
  • A variedade e o equilíbrio são fundamentais para uma marmita saudável. É importante que vários grupos de alimentos sejam contemplados na hora de preparar a marmita, dessa forma deve-se incluir alguma leguminosa ( ervilha, soja, feijão, lentilha, grão de bico), algum tipo de carboidrato ( arroz, batata, macarrão com pouco molho), legumes e verduras (alface, tomate, couve, brócolis, acelga), além da proteína ( carne vermelha, peixe, frango) .                                                                                                          O equilíbrio dos alimentos deve ser feito considerando os grupos aos quais eles pertencem, por exemplo, deve-se evitar colocar na mesma marmita dois tipos de alimentos do mesmo grupo como macarrão e arroz que são carboidratos. O único grupo de alimentos que deve ser bastante explorado é o das verduras e legumes, que podem ser consumidos cozidos ou frios sem nenhum tipo de restrição.
  • Não encha muito a sua marmita. Por não ser um prato, muitas pessoas perdem o controle na hora de preencher a marmita e acabam colocando uma elevada quantidade de comida. Mesmo que sobre, o indivíduo acaba comendo sempre mais do que deveria quando a marmita está muito cheia. Portanto, procure colocar uma quantidade moderada de alimentos, como se você estivesse fazendo um prato para o almoço.
  • Para completar a sua refeição, é ideal utilizar opções saudáveis. Por isso é importante ficar atento a bebida bem como a sobremesa que irá completar a refeição. Os sucos naturais são as opções mais saudáveis de bebida e como sobremesa recomenda-se uma fruta, que de preferência, seja fonte de vitamina C.

Após montar uma marmita com alimentos saudáveis e variados é hora de pensar na sua conservação. O ideal é que ao chegar ao ambiente de trabalho, ela possa ser colocada na geladeira para manter os alimentos conservados até o horário da refeição. O recipiente utilizado para colocar os alimentos deve ser sempre térmico, mesmo assim isso não exclui a necessidade de manter a marmita na geladeira. No horário de realizar a refeição, o indivíduo pode utilizar um microondas para esquentar os alimentos.

Considerações finais

Quando o indivíduo prepara a sua própria marmita, ele pode obter alguns benefícios como: se alimentar de forma mais saudável, evitar gastos excessivos com a alimentação em restaurantes, além de conhecer a qualidade e higiene dos alimentos que está consumindo. Com as dicas de como preparar uma marmita saudável, torna-se mais fácil conseguir elaborar uma boa refeição bem como trazê-la para o ambiente de trabalho.