Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Como alimentar-se melhor

Por mais que acreditemos que nos alimentamos corretamente, a verdade é que há muitas “brechas” em nossos hábitos alimentares, falhas essas que, se não cuidadas logo, podem até mesmo serem motivos para o desenvolvimento de distúrbios alimentares ou doenças crônicas não-transmissíveis! Sendo assim, se deseja ter uma vida mais saudável, precisa primeiro aprender como alimentar-se melhor.

E a primeira coisa que pode ser feita é reduzir ou mesmo eliminar de vez os alimentos processados de nossas vidas. Já parou para pensar quanto sódio, gordura, açúcar e outras substâncias que, em excesso em nosso organismo nos causam severos danos, poderia tirar de sua vida simplesmente com essa decisão? Sim, não há mal algum se houver exceções, situações em que você os consuma, mas é isso que devem ser: exceções, e não regras.

Outra coisa importante é saber variar bem os alimentos presentes em seu cardápio. “Tudo demais enjoa”, já dizia a minha mãe. E talvez você não enjoe, mas consumir somente um tipo de alimento pode não ser muito saudável, já que é necessário que consumamos alimentos de cada grupo da pirâmide alimentar a fim de termos uma vida realmente saudável. E se você não conhece ainda a pirâmide alimentar, bem, você pode procurar por mais informações sobre ela na Internet e aprender um pouco, pois ela é realmente a base para uma vida muito mais saudável!

Refeições balanceadas e bem distribuídas são outro ponto crítico de seus novos hábitos alimentares. Há pessoas que, na vã esperança de perderem peso, acabam por eliminar uma ou outra refeição, mas com isso, em vez de perderem, é bem provável que acabem por ganhar ainda mais, pois o seu organismo se readapta para a nova situação, buscando armazenar ainda mais gordura e açúcar das refeições restantes, além de provocar certo descontrole no metabolismo. Enfim, você precisa ter todas as refeições e lanches recomendados ao longo do dia, em momentos bem definidos!

E uma última dica é cortar completamente lanches não saudáveis, como hambúrgueres e batatas-fritas. Aqui, vale a mesma regra: se não der para eliminar completamente, não há nada demais se você comer um hambúrguer ou outra coisa do gênero de vez em quando, desde que seja realmente uma exceção! Tais alimentos são ricos em gorduras, sais e/ou açúcares (como é o caso dos refrigerantes) e, apesar de você não perceber na hora, seu consumo ao longo do tempo pode trazer-lhe certos problemas, por exemplo o descontrole do peso.

Enfim, como se pode ver, não são “coisas do outro mundo” que precisamos fazer a fim de termos uma alimentação melhor, mas é necessário que nos dediquemos realmente à nossa busca por mudanças em nossos hábitos alimentares, caso contrário, é bem provável que desenvolvamos certos tipos de problemas de saúde no futuro – basta acompanhar a taxa de obesidade encontrada em muitos dos países desenvolvidos.