Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Carga Glicêmica

Você já ouviu falar em carga glicêmica e não tem a mínima idéia do que significa? Saiba que trata-se de um sistema que classifica a quantidade de carboidratos contidas nos alimentos, baseado na porção e no índice glicêmico muito importante para quem deseja perder peso.

Utilidade da Carga Glicêmica

A carga glicêmica pode ser definida como sendo a real  quantidade de hidratos de carbono que um alimento específico contém, sendo multiplicado pelo índice glicêmico, portanto ela é resultado do impacto sobre a glicémia ( Nível de glicose no sangue) através de uma porção de comida com um índice glicêmico determinado.

A utilidade da carga glicêmica baseia-se na premissa de que os alimentos que possuem um alto índice glicêmico quando consumidos em pequenas porções podem apresentar  o mesmo resultado sobre o açúcar na corrente sanguínea, que a ingestão dos alimentos com menor índice glicêmicos mas em uma quantidade maior.

Relação entre Carga Glicêmica e Índice Glicêmico

Quando a pessoa deseja perder peso é importante que ela conheça o índice glicêmico e a carga glicêmica dos alimentos que consome. De acordo com especialistas em nutrologia, o ideal para quem quer emagrecer  é evitar os alimentos que promovam uma  elevada carga glicêmica na corrente sanguínea, pois quanto maior é a carga maior o aumento da glicose no sangue, que está relacionado intimamente com o aumento de peso corporal.

Todos os tipos de hidratos de carbonos consumidos com os alimentos, sejam eles simples  ou complexos,  se transformam em glicose no trato digestivo para que o corpo humano o utilize em forma de energia. Quando há o aumento da glicose, o pâncreas é estimulado a produzir maior quantidade de insulina, que é um hormônio cuja principal função é fazer o transporte da glicose até as células, para que o organismo da pessoa disponha da energia que necessita.

O que sobra da glicose é armazenado no corpo em forma de gordura, fazendo com que os indivíduos tenham aumento do peso corporal. O índice glicêmico  é uma maneira de classificar os hidratos de carbono devido ao efeito que exercem sobre as taxas de glicose na corrente sanguínea. Quando a pessoa ingere os hidratos de carbono eles entram na corrente sanguínea com variadas velocidades.

Quando um alimento possui um alto índice glicêmico é indicativo que houve uma entrada rápida através do sangue da pessoa, provocando um aumento das taxas de glicose. Ao contrário o alimento com índice glicêmico baixo é indicativo que houve uma entrada mais lenta pela corrente sanguínea, causando menor impacto sobre a glicémia.

Aspectos que Podem Afetar o Nível Glicêmico

Os especilaistas em nutrologia indicam que há basicamente três aspectos que influenciam o índice glicemico dos alimentos consumidos, são eles:

  • A quantidade de gordura presente nos alimentos, pois quanto maior o consumo de gordura com o hidrato de carbono, mais lenta será sua entrada através do sangue do indivíduo.
  • A quantidade de  fibra ingerida com o alimento, pois quanto maior a quantidade ingerida de fibras que contenham o hidrato de carbono  menor será o aumento da glicémia.
  • O tipo de Hidrato de carbono, pois quanto maior for o nível de glicose que ele contenha, maior também será o índice glicêmico, e quanto maior quantidade de frutose, mais baixo será o índice glicêmico.

Cálculo da Carga Glicêmica

Para que seja calculada a carga glicêmica de um alimento basta multiplicar o valor dos hidratos de carbono que contém em uma porção de um determinado alimento pelo seu índice glicêmico. Esse cálculo é importante para as pessoas que desejam emagrecer pois quanto mais baixa for a carga glicemica de um alimento, o aumento da glicémia será menor e mais baixa a produção de insulina no organismo humano.

De acordo com os profissionais especializados, a carga glicêmica de uma determinada quantidade de hidratos é um meio muito mais valioso que o índice glicêmico, para quem deseja realmente conhecer os alimentos que podem ser consumidos sem prejuízos a sua saúde ou a sua dieta alimentar. Todos os profissionais são unânimes em afirmar que o melhor caminho para quem quer perder peso mantendo um corpo magro é adotar uma alimentação onde os itens consumidos tenham uma carga glicêmica baixa e um índice glicêmico também baixo.

Uma boa opção é seguir a seguinte regra: A carga glicêmica de qualquer tipo de refeição não deve ultrapassar os três mil e para que isso aconteça é necessário que a pessoa evite comer alimentos com alta carga glicêmica.

Por Salete Dias