Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Benefícios das bifidobactérias

As bifidobactérias estão entre os microrganismos amigáveis que servem para aliviar os sintomas de doença inflamatória intestinal. Os antibióticos perturbam o equilíbrio da flora intestinal natural, por isso o uso de probióticos, tais como Lactobacillus, Streptococcus, Bifidobacterium restauram a população de bactérias benéficas.

Ao nascer o trato gastrointestinal de um bebê ainda é estéril. Ele recebe seu primeiro aporte de bactérias enquanto se move através do canal do parto e pelo leite materno. Neste artigo, vamos avaliar os benefícios das bifidobactérias ao organismo humano.

Atuação das bifidobactérias no organismo humano

Os lactobacilos e as bifidobactérias mantém a homeostase perfeita da flora intestinal, pois eles fornecem substâncias orgânicas que são benéficos ao organismo. Entre esses compostos encontram-se aqueles que  têm a capacidade de aumentar o PH do intestino e dessa forma reduz a reprodução de muitas bactérias nocivas que poderiam vir a causar um grande número de doenças ao corpo humano.

A suplementação de Bifidobacterium bifidum incentiva a resistência das infecções intestinais. Ela é o resultado da síntese de vitaminas do complexo B e da absorção do cálcio. Bifidobacterium bifidum também ajuda a melhorar os sintomas de diarreia e constipação intestinal nos indivíduos que apresentam esses sinais clínicos.

Localização dentro do organismo humano das bifidobactérias

Bifidobacterium infantis se encontram no intestino tanto de crianças quanto de adultos além de estarem também presentes no trato vaginal das pessoas do sexo feminino. Esta bactéria probiótica é uma habitante específica do intestino grosso e pode ser encontrada em concentrações elevadas em lactentes. Esta espécie de Bifidobacterium é predominante nas fezes de bebês que são amamentados regularmente.

Tal como outras espécies de bifidobactéria, este organismo pode produzir ácidos que apresentam a propriedade de retardarem a colonização de certas bactérias estranhas ou nocivas ao cólon intestinal. Os estudos científicos que estão sendo feitos ao longo dos anos sugerem que a presença de Bifidobacterium infantis no cólon ajuda a reduzir a incidência de diarreia nas crianças.

A Bifidobactéria pertence à mesma classe de bactérias encontradas em alimentos fermentados como iogurte e queijo, bem como no intestino de seres humanos e em muitos animais. Eles são considerados probióticos, ou o oposto de antibióticos, e são microrganismos úteis que proporcionam inúmeros benefícios para a saúde.

Pesquisadores de várias partes do mundo descobriram uma forte correlação entre os indivíduos com grandes quantidades de bifidus em seus intestinos e uma boa saúde geral além de apresentarem um maior índice de longevidade.

Atuação das bifidobactérias no sistema digestivo do corpo humano

As bifidobactérias em alimentos como iogurte têm sido usadas desde o tempo dos gregos antigos para ajudar na saúde digestiva geral, mas estudos recentes têm demostrado que a bactéria pode ajudar em vários distúrbios digestivos, incluindo a prevenção de diarreia em pacientes que estão tomando antibióticos, reduzindo a intolerância à lactose e combatendo a e-coli no intestino.

Outros usos promissores de bifidobactérias vêm do tratamento da síndrome do intestino irritável e doença de Crohn, que de acordo com cientistas elas ajudam a melhorar a dor abdominal, disfunção intestinal, inchaço e gases.

Atuação das bifidobactérias no sistema imune dos seres humanos

Ao melhorar a saúde da flora intestinal e criar uma imunidade no corpo e sua capacidade de combater a inflamação, as bifidobactérias também ajudam a fortalecer o sistema imunológico. A inflamação é um fator primordial para uma série de doenças crônicas que afetam milhões de pessoas e pode causar um impacto indesejado sobre os tecidos saudáveis.

Estudos científicos demostraram que as bifidobactérias diminuíram o número de T-reguladoras ou células que suprimem a doença inflamatória, em muitas doenças autoimunes.

Atuação das bifidobactérias na prevenção de alguns tipos de câncer

Algumas das pesquisas mais promissoras em bifidobactérias têm a ver com o seu potencial para ajudar a prevenir os cânceres de mama, cólon e fígado. Isto é devido à proteção das bactérias de diferentes substâncias cancerígenas, incluindo quinolinas metílicos, aminas heterocíclicas, nitrosaminas e azomethane.

Alguns pesquisadores coreanos relataram que tinham descoberto que as cepas de bifidobactérias diminuíram a proliferação em três seres humanos de células afetadas pelo câncer do cólon.

Atuação das bifidobactérias nos níveis de colesterol

As bifidobactérias são responsáveis pela remoção de sais biliares no intestino grosso, e os cientistas pensam ser um dos mecanismos responsáveis pela redução do colesterol. Em vários estudos, as células de bifidobactérias foram capazes de remover o colesterol das culturas de células de laboratório.

Por Salete Dias