Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

As Quatro Leis da Alimentação

Você conhece as quatro leis da alimentação? Ainda não? Pois já está em tempo de conhecê-las e, com isso, tirar um melhor proveito de uma dieta alimentar melhor balanceada e que segue as suas necessidades!

Uma vida saudável baseia-se num conjunto de fatores que irão contribuir para que isso possa ocorrer. Uma dieta saudável é uma importante aliada para quem deseja viver com saúde. Pensando nisso, iremos apresentar aqui, as quatro leis que devem reger uma alimentação saudável:

Lei da qualidade

A dieta deve ser composta por alimentos que forneçam todos os nutrientes necessários ao indivíduo. O princípio dessa lei é alimentar-se com qualidade, suprindo as necessidades de proteínas, carboidratos, lipídeos, vitaminas e minerais diárias.

Lei da quantidade

Cada indivíduo tem a sua quantidade de energia (calorias) que deve consumir diariamente, essa quantidade não deve ser ultrapassada. Os excessos devem ser evitados, priorizando sempre consumir a quantidade de calorias recomendada para você.

Lei da harmonia

Distribuir de forma harmônica os nutrientes, ingerindo todos os grupos de alimentos. Comer somente frutas e verduras, por exemplo, não é sinônimo de uma boa alimentação. É preciso somar todos os alimentos de maneira que possa existir um equilíbrio entre eles para suprir as necessidades nutricionais.

Lei da adequação

A dieta deve ser individual. Ela vai se adequar às necessidades de cada indivíduo, portanto, muito cuidado com as dietas prontas. Sua alimentação deve estar adequada a sua condição fisiológica e a sua fase de vida. Por exemplo, as necessidades nutricionais de uma gestante é diferente de um idoso.

______________________________

Deve haver um cuidado com o que se come, para que não venha afetar a qualidade da dieta. Adequar, harmonizar e não exceder na alimentação diária são passos para que o indivíduo possa se alimentar bem e corretamente, isso irá refletir na qualidade de vida e mantê-lo longe das doenças crônicas não transmissíveis como obesidade, diabetes, hipertensão arterial e doenças cardiovasculares. Essas doenças podem ser evitadas através de uma boa alimentação associada aos exercícios físicos.

Como se pode perceber, as quatro leis da alimentação não podem fazer milagres, isto é, elas não podem atuar sozinhas para alcançar o equilíbrio na dieta alimentar de um indivíduo. Entretanto, são a base que todo nutricionista utiliza e respeita quando estuda os hábitos alimentares de cada um a fim de melhor indicar-lhe uma dieta mais adequada ao seu caso, bem como orientações sobre como segui-la. Em resumo, são o alicerce para a boa alimentação, mas somos nós os responsáveis por pô-la em prática!

Referências Bibliográficas

DRA. SHIRLEY DE CAMPOS, Leis Alimentares

VIA NATURA, Leis da Alimentação