Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Alimentação e ansiedade

Alimentação e ansiedade

Um dos maiores problemas emocionais da sociedade moderna, a ansiedade prevalece afetando várias pessoas em diversas partes do mundo. Os indivíduos ansiosos costumam se alimentar de maneira inadequada ou com alimentos que comprovados pela comunidade científica tem o poder de aumentar ainda mais o quandro clínico de ansiedade.

Em virtude desse fato uma questão fundamental a ser respondida é a seguinte: Como será que a alimentação pode interferir na vida emocional causando ansiedade nos seres humanos? E quais são os alimentos que devem ser evitados para prevenir o problema?

Importância da alimentação na vida das pessoas

A grande maioria das pessoas não sabem na realidade qual a importância da alimentação em suas vidas. Muitas delas ignoram o quão importante é a escolha dos alimentos apropriados para prevenir ou mesmo amenizar um quadro emocional de ansiedade. De acordo com os pesquisadores da área médica e nutricional existe uma variedade de alimentos, bebidas e até suplementos alimentares que podem interferir diretamente agravando ou mesmo desencadeando os sinais da ansiedade, enquanto outros podem aliviar esses mesmos sintomas.

Por isso a alimentação dos seres humanos é de grande relevância pois os nutrientes ingeridos com as refeições realizadas podem  atuar de maneira eficiente no equlíbrio orgânico e emocional dos indivíduos.

Relação entre alimentos e ansiedade

Segundo especialistas e pesquisadores da área existem alguns alimentos e líquidos  que podem desencadear o quadro clínico de ansiedade em pessoas que já apresentam algum tipo de predisposição. Vejamos quais são os principais:

Alimentos doces

O açúcar tem a capacidade de causar um certo grau de  dependência, segundo especialistas na área, em pessoas de todos os gêneros e todas as faixas etárias. Esses profissionais ressaltam que quando há um consumo excessivo de açúcar esse comportamento alimentar pode levar os indivíduos a um quadro clínico de ansiedade, devido ao fato dos açúcares se decomporem muito facilmente no trato digestivo dos seres humanos ao contrário do que ocorre com os alimentos ricos em carboidratos complexos.

Desse modo a glicose é rapidamente liberada para o sistema circulatório da pessoa sendo absorvida pelas células do corpo humano para surprir as demandas energéticas. Para que isso ocorra o pâncreas libera a substância insulina em grandes quantidades para que haja o transporte da glicose da corrente sanguínea para o interior das células. Normalmente após a ingestão de grande quantidade de açúcar o indivíduo pode ter a sensação de euforia, porém depois pode sentir uma redução em seu nível energético apresentando o problema de ansiedade ou agitação pela privação  do combustível cerebal.

Em virtude disso as glândulas suprarrenais fazem a liberação de vários hormônios inclusive o cortisol que tem a capacidade de aumentar os níveis de açúcar na corrente sanguínea aumentando portanto a sensação de ansiedade e euforia nas pessoas. Vale ressaltar que outros alimentos como por exemplo derivados do leite e carne bovina devem ser consumidos de maneira moderada pois são de difícil digestão e podem provocar também os sintomas da ansiedade.

Relação das bebidas com ansiedade

Algumas bebidas ingeridas pelas pessoas também podem desencadear ou agravar o quadro de ansiedade, dentre elas estão:

Bebidas Alcoólicas: O álcool é rapidamente absorvido pelo organismo humano pois também é derivado de um açúcar simples causando o aumento da hipoglicemia e quando ingerido em excesso pode desencadear alterações de comportamento ou ansiedade nos indivíduos. Segundo os especialistas na area médica o sistema nervoso dos seres humanos é muito sensível aos efeitos nocivos das bebidas alcoólicas, pois ele tem a capacidade de atravessar a corrente sanguínea cerebral destruindo suas células, por isso os indivíduos que costumam ingerir álcool apresenta frequente oscilações de humor além de sintomas de depressão , ansiedade, perda de memória, agitação, quadros de agressividade, vertingens e problemas na coordenação motora.

Cafeína: As bebidas à base de cafeína como o café e chás pretos podem desencadear sintomas de ansiedade nas pessoas em virtude de sua atuação em mecanismos que estimulam o organismo do indivíduo, através do aumento do nível de noradrenalina que é um neurotransmissor do cérebro com capacidade de estimulação.

A cafeína pode também desencadear a descarga hormonal de substâncias que provocam o estresse emocional como o hormônio cortisol pelo estímulo das glândulas suprarrenais intensificando o quadro clínico de ansiedade e agitação. Vale ressaltar que os refrigerantes à base de cola também podem desencadear pelo mesmo mecanismo os sintomas de ansiedade.

As pessoas que apresentam um alto grau de ansiedade devem selecionar da melhor maneira possível os alimentos que irão consumir para que consigam prevenir ou reduzir os efeitos desse problema psicológico tão comum nos dias atuais.

Por Salete Dias