Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

A nutrição e a terceira idade

Olá, pessoal!

Estava eu aqui hoje procurando mais um tema interessante para abordar. Pensei em falar sobre a gestação, sobre a obesidade ou sobre algum tipo de nutriente. Mas já falamos tanto sobre esses temas, que o melhor a fazer era buscar um assunto que fosse ainda novidade por aqui.

Bem, estava sem criatividade, então decidi procurar na Internet (em outros sites e blogs da área) e finalmente encontrei um bom tema: quais devem ser os cuidados na alimentação daqueles que já possuem um pouco mais de idade (por que não dizer, aqueles que vivem a boa idade ? 😉 ).

É óbvio que a alimentação de um idoso deve ter alguns cuidados a mais que as de pessoas mais, jovens, pois com o tempo nosso corpo pode ficar um pouco mais debilitado, suscetível a problemas de saúde, então o negócio é saber se alimentar bem para evitar problemas de saúde e, assim sendo, viver uma vida melhor. 😉

Mantenha o horário das refeições

Manter um bom horário para as refeições (que devem ser NO MÍNIMO três) ajuda o organismo a recuperar os nutrientes necessários em intervalos regulares, facilita a absorção dos mesmos e evita o grande acúmulo de alimentos no estômago (muito comum quando demoramos muito a fazer uma refeição e acabamos exagerando).

Como fora citado, devem ser no mínimo três refeições. Quanto melhor fracionadas forem as refeições, melhor será para o organismo do idoso.

Hidrate bem o corpo

Não se esqueça que a água é elemento vital para o nosso organismo, sendo assim, manter o corpo do idoso bem hidratado é essencial. Água e suco são excelentes sugestões.

Se possível, incentive-o a beber água várias vezes ao dia em pequenas quantidades.

Cuide para que a alimentação seja realmente agradável!

Não há nada pior para a alimentação de uma pessoa do que não se sentir à vontade na hora de comer. Garanta que o ambiente onde as refeições são feitas é bastante arejado, limpo e bem iluminado, bem como seguro para o idoso (cuidados com o tipo de piso e mobília usada, por exemplo).

Torne suas refeições atraentes, não só visualmente (com belas cores e variadas), como também quanto ao paladar, com temperos naturais e acrescentem sabor aos preparados.

As refeições devem ser feitas com outras pessoas, preferencialmente da família

Isso é fundamental: o momento das refeições é também de socialização, então não o deixe isolar-se. Ele pode estar deprimido ou sentir-se diferente e deixar que ele faça isso somente contribuirá para agravar o quadro.

É interessante que ele faça as suas refeições com pessoas de sua família e/ou amigos. Um sorriso pode valer mais que mil palavras – lembre-se disso e deixe-e rir enquanto come. 😉

E, claro, não se esqueça de vigiar a qualidade da alimentação

O idoso, como qualquer outra pessoa, deve ter uma dieta saudável: frutas, verduras e legumes devem ser uma constante. Escolha também alimentos ricos em proteínas. Pães, cereais, leite e seus derivados também devem fazer parte de sua dieta.

Mas atenção, não se esqueça de observar os cuidados médicos do mesmo, ou seja, se ele sofre de hipertensão, diabetes, colesterol alto, etc. pois isso influenciará e muito em seu cardápio!

Bem, acredito que encerro este artigo mais uma vez com o sentimento de “missão cumprida”. 🙂