Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

A importância da avaliação nutricional

A saúde dos seres humanos está relacionada com os alimentos que eles consomem em suas refeições. Quando há uma deficiência de um nutriente pode haver o aumento do risco de doença. Por outro lado, tendo um excesso de um nutriente especifico, como gordura, por exemplo, pode aumentar o risco de obesidade e doenças relacionadas.

Por isso a importância da avaliação nutricional realizada por um nutricionista deve ser enfatizada para o estado de saúde atual e futuro dos indivíduos, mesmo que eles no momento já estejam saudáveis.

Objetivo da avaliação nutricional

A avaliação nutricional é realizada para avaliar a saúde dos indivíduos em relação à ingestão de nutrientes e suas medidas corporais. As avaliações são normalmente conduzidas por um profissional especializado na área de nutrição, mas o médico também pode realizá-la.

Uma das formas de avaliar a dieta do indivíduo é o recordatório de 24 horas, onde a pessoa precisa manter o controle dos alimentos que consomem por um período de vinte e quatro horas para que o especialista possa avaliar sua ingestão de nutrientes.

Em alguns casos, pode ser necessário fazer o controle dos alimentos em uma avaliação por vários dias. O peso, a altura, estrutura óssea e faixa etária são índices usados para calcular o peso corporal adequado para cada indivíduo.

Outros fatores, como o histórico familiar e doenças atuais, também serão observados. O nutricionista usa todas essas informações para determinar o estado nutricional da pessoa e para saber se há quaisquer deficiências ou excessos dentro do organismo que possam levar à obesidade ou às doenças relacionadas com este problema.

Sinais de desnutrição no corpo humano

Sofrer de desnutrição significa que o corpo do indivíduo não está recebendo os nutrientes que necessita. Isso pode ser causado por uma má alimentação, má absorção de nutrientes, ingestão excessiva de álcool, vício do tabagismo ou como um efeito colateral de uma doença crônica.

De acordo com especialistas em gastrenterologia, a desnutrição também pode ocorrer se a pessoa tiver uma condição orgânica que possa indicar um desequilíbrio do consumo de energia em relação à utilização dessa mesma energia.

Sinais e sintomas

O sinal mais comum de desnutrição é o peso: ou perda ou ganho de peso. A má nutrição pode causar um atraso na cicatrização de feridas, fadiga, depressão ou fraqueza. Alguns fatores não são tão perceptíveis.

O médico pode verificar através do exame de sangue fazendo uma contagem de células vermelhas do sangue total. Anemia, que é uma contagem baixa de glóbulos vermelhos do sangue, pode ser também um efeito colateral de desnutrição.

Importância da avaliação nutricional

Fazer uma avaliação nutricional é importante para determinar os riscos de doenças crônicas antes que elas possam ocorrer. É mais fácil para o especialista avaliar o nível de desnutrição no indivíduo no momento em que ocorre, em vez de muito tempo depois do dano permanente já está instalado no organismo.

A desnutrição grave pode levar a ossos frágeis, músculos enfraquecidos, problemas digestivos, funcionamento do sistema imunitário deficiente e integridade da pele diminuída. Fazer uma avaliação nutricional pode ajudar a corrigir esses problemas antes que eles possam progredir.

Metas da avaliação nutricional

Avaliação nutricional na área clínica tem três objetivos principais: identificar a presença e o tipo de desnutrição, para definir a saúde em risco; identificar o problema da obesidade para elaborar dietas adequadas como profilaxia contra os riscos da doença que podem ocorrer mais tarde na vida.

Outras doenças de deficiência alimentar são bem menos relevantes na medida em que ocorrem mais em conjunto com a desnutrição proteico-energética ou em estados de doenças específicas, como a deficiência de tiamina na doença hepática alcoólica e a deficiência de vitaminas em estados de má absorção.

Avaliação nutricional clínica

A avaliação clínica do estado nutricional de proteínas baseia-se principalmente na história clínica, exame físico e medição dos níveis das diversas proteínas secretoras.

Terapia nutricional e sua avaliação

Os mesmos índices que são usados na avaliação de linha de base nutricional podem ser usados para avaliar a resposta ao tratamento, desde que determinados pontos sejam mantidos em mente pelo especialista.

Avaliando a massa magra e água corporal total – Em um paciente, estressado hospitalizado recebendo suporte nutricional, mudanças no dia a dia de peso geralmente refletem mudanças no equilíbrio de fluidos em vez de equilíbrio energético. Em um ambulatório, o peso aumenta ou diminui e é mais provável refletir as mudanças no status nutricional de proteína e gordura corporal, pois a doença subjacente é geralmente menos grave.

Mesmo os métodos de pesquisa mais sensíveis para avaliar as alterações na massa magra do corpo, no entanto, não oferecem grandes melhorias no diagnóstico dos pacientes mais graves. Técnicas como a medida da água corporal total, tais como diluição isotópica e pesagem hidrostática, a partir do qual o tecido magro é extrapolado, não contam para a sua hidratação em relação à doença.

Por Salete Dias