Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

5 Passos Para Saúde Hormonal e Perda de Peso


Nossa saúde hormonal afeta nossos corpos de muitos jeitos diferentes mas um jeito específico é um aumento de peso. Em algumas mulheres o impacto dos hormônios no ganho de peso é mais perceptível e a gordura não se distribui igualmente por todo o corpo, acumulando-se principalmente no tórax. Homens com problemas hormonais análogos também podem desenvolver um ganho de peso mal distribuído pelo corpo.

Estrogênio é produzido em nossas células gordas. Estrogênio aumenta a quantidade de células gordas. Como um resultado, mais estrogênio é produzido e assim por diante.

Quebrar o “ciclo do estrogênio” e então manter um programa de gestão de peso de qualidade é exatamente o que precisa ser feito naquele momento.

Passo 1: Avalie seus hormônios. Descubra a taxa de estrogênio para progesterona presente em seu corpo. Se estiver em desequilíbrio, o que nós chamaremos de dominância do estrogênio, então você provavelmente terá uma tendência a esse ganho de peso.

Passo 2: Comece um programa de redução de estrogênio. Isso incluirá, claro, aumento em seus níveis de progesterona, talvez com o uso de compostos de progesterona bioidênticos. Entretanto o equilíbrio não é somente sobre progesterona. Modular e equilibrar estrogênios se encontrados fora de equilíbrio em relação à progesterona é igualmente importante para seu programa de perda de peso.

Um programa de redução de estrogênio incluirá:

– Aumento do consumo de fibras. Isso acontece de dois jeitos: Coma tanto quanto você puder dentre frutas, verduras e grãos integrais e então adicione um suplemento de fibras para atingir um consumo de 30 a 50 gramas de fibras diariamente.

– Aumento dos indóis (vegetais crucíferos como brócolis, repolho e couve-flor) em sua dieta. Isso também acontece de duas formas: Coma tantos vegetais com aquelas características você puder e suplemente com compostos à base de indol e carbinol.

– Aumento dos ácidos graxos essenciais em sua dieta. Eles são essenciais porque o corpo não é capaz de produzi-los. Eles ajudam a equilibrar a produção de prostaglandina no corpo e assim ajuda a regular os estrogênios.

– Melhoria geral de sua nutrição por meio de suplementação da vitamina C ou consumindo frutas e verduras com alta concentração daquela vitamina.

Passo 3: Coma 40/30/30. Adote uma nova abordagem para as suas refeições visando comer carboidratos, proteínas e gorduras de um jeito mais equilibrado em cada refeição. Quando nós comemos refeições mais balanceadas nosso peso se normalizará, nossos níveis de energia aumentarão e nossos hormônios estarão em equilíbrio. Você pode encontrar mais informação sobre isso em um livro chamado “A Fórmula”, de J & G Daoust.

Passo 4: Mova-se. Desenvolva um ótimo programa de exercícios com a ajuda de alguém que saiba o que está realmente fazendo. Tenha um programa feito sob medida para você – um que você possa fazer e tenha vondade de comprometer-se a cumpri-lo. A maioria de nós precisa pensar em termos de manter nossos corpos em constante movimento e permanecer ativos sempre. “Sacos de batatas” raramente são saudáveis.

Passo 5: Celebre! Homens e mulheres cujos hormônios estejam em desequilíbrio constantemente não se sentem bem. Alcançar um nível de saúde hormonal razoável melhorará sua saúde e bem-estar em geral e o ajudará a perder peso. Você até mesmo parecerá mais e mais jovem!