Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Insuficiência Renal Aguda

Insuficiência Renal Aguda

Algumas pessoas tem dúvida e gostariam de saber um pouco mais sobre a Insuficiência Renal Aguda, como se caracteriza e quais as principais consequências no organismo humano. Vejamos  os fatores que fazem da insuficiência renal aguda um  sério problema que se não tratado, pode levar à insuficiência renal crônica (Quando não há total recuperação da função dos  rins).

Características da Insuficiência Renal Aguda

A insuficiência renal aguda se caracteriza por mudanças nas funções renais em virtude de um problema de oligúria que corresponde a um volume urinário inferior a 20ml/h ou ausência total da urina, quadro clínico conhecido como anúria.

Dependendo da posição onde essas alterações agudas ocorrem,  recebem denominações específicas por exemplo, se antes do rim denomina-se pré-renal,  quando a alteração é  no próprio rim chama-se insuficiência renal, e quando se localiza depois do rim é chamado de pós-renal. Cada uma delas possui características especificas vejamos quais:

Alteração Pré-renal

Esse  tipo de alteração que ocorre antes do órgão é resultante de uma lesão orgânica ou insuficiência funcional. Normalmente a complicação ocorre em virtude de falta de líquidos no organismo (Quadro clínico conhecido como Hipovolemia), insuficiência aguda na circulação sanguínea, perda de sangue ou desidratação severa.

Outros fatores menos comuns que também podem resultar na insuficiência pré-renal é a  queda da pressão arterial sanguínea, que quando ela cai para menos de 90mmHg, fica insuficiente  para filtragem. De acordo com os especialistas os principais fatores que contribuem para a pressão arterial baixa ou hipotensão, são: Ocorrências de infecção,trauma ou choque hemorrágico.

Insuficiência Renal

A insuficiência que ocorre exatamente no rim se caracteriza por apresentar uma lesão que afeta o órgão ou por inflamações,como no caso das nefrites, e ainda por substâncias tóxicas químicas ou medicamentosas ou por morte das células renais ou necrose do túbulo renal ou glomérulo.

Insuficiência Pós-Renal

Na insuficiência pós-renal há uma obstrução nas vias urinárias que impedem a passagem da urina por essas vias. Esse obstáculo ao fluxo urinário pode ocorrer na bexiga, pelve renal, uretra ou uréter.

Principais Etapas da Insuficiência Renal Aguda

Os principais sintomas da insuficiência renal aguda que ocorre quando a pessoa urinar menos de 400ml em um dia, pode evoluir para trés Etapas: Na fase inicial quando ocorre o fator desencadeante da doença, e normalmente é um período assintomático na qual nem a pessoa afetada nem o profissional de saúde que se preocupa mais com a doença que causou o problema urinário observam a produção de urina no paciente.

A primeira manifestação clinica da insuficiência renal aguda seria portanto uma produção insuficiente de urina. Já na segunda fase da enfermidade  a ausência ou escassez da urina que pode perdurar por um período de até doze dias pode ser facilmente observada, pois a urina além de apresentar um pequeno volume, é insuficiente para eliminação das toxinas do organismo humano que se armazenam na corrente sanguínea da pessoa( As principais são o aumento de potássio,uréia e acidose).

Quando ocorre uma acúmulo de substâncias tóxicas no corpo do indivíduo pode acontecer um  quadro clínico grave conhecido por  uremia,que apresenta como principais sintomas vômitos e náuseas, edema, contrações musculares, aumento da pressão arterial e em casos mais graves alterações da consciência do paciente podendo atingir o estágio de coma, que é onde acontece o maior número de óbitos por severas infecções respiratórias, insuficiências cardíacas, acidose metabólica e hiperpotassemia.

Na terceira etapa que é o período da recuperação do paciente onde a função de seu rim começa a melhorar gradativamente, com o aumento da eliminação das toxinas armazenadas no organismo e do volume urinário, a pessoa começa a recuperar sua função renal, com evidente melhora no quadro clinico. Os especialistas informam que normalmente essa fase perdura  de sete até  quatorze dias.

Prevenção e Tratamento da Enfermidade

De acordo com especialistas a insuficiência renal deve ser prevenida para que não resultem em lesões nos rins que serão irreversíveis com graves prejuízos à saúde do indivíduo. Sendo assim, sempre que for detectado um déficit de sangue,plasma ou água essas substancias devem ser repostas, se for verificado hipotensão arterial deve-se normalizar a pressão sanguínea e se no organismo humano for detectado substâncias tóxicas elas devem ser logo eliminadas.

Se esse cuidados não forem observados o paciente terá que fazer a limpeza do sangue através de um método chamado de hemodiálise, pois a a acidose metabólica, o potássio elevado,  a uremia e a pericardite podem aumentar a taxa de mortalidade nesses pacientes.  Quando ocorrer  a obstrução no caso da insuficiência pós-renal, os tumores ou cálculos renais que causam obstrução devem ser eliminados do organismo da pessoa.

Vale ressaltar que se o indivíduo apresentar algum sintoma relacionado  à insuficiência renal aguda deve procurar imediatamente um profissional da área médica.

Por Salete Dias