Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Cárie de mamadeira

Todos os pais se preocupam em dar uma boa alimentação aos seus filhos, principalmente quando eles são ainda bebês. O aleitamento materno é recomendado por vários especialistas que observaram que nesse tipo de nutrição, a criança consegue fortalecer todo o seu sistema imunológico, prevenindo seu organismo contra possíveis ataques de microrganismos patológicos, causadores de enfermidades.

Quando os bebês estão se alimentando através da mamadeira é necessário muito cuidado, pois pode surgir um problema que afeta grande parte da população infantil e que é decorrente do consumo de líquidos muito doces ou açucarados. Essa complicação é conhecida como cárie de mamadeira, uma patologia que é a principal responsável pela deterioração da dentição de leite das crianças.

Entendendo melhor a causa da cárie de mamadeira

A principal causa da cárie da mamadeira é a ingestão de líquidos exageradamente doces que ficam dentro da boca da criança, se os pais não tiverem o hábito salutar de escovar seus dentinhos todas as noites. A escovação dentária é essencial não só para os adultos, como também para os bebês, pois essa é a principal maneira de evitar a cárie de mamadeira.

Durante o sono, o processo de salivação no bebê fica reduzido, e se ele ingeriu leite com muito açúcar este fica dentro de sua boca. Se não houver uma higienização adequada com uma escova de dente apropriada para bebês, haverá um rápido desenvolvimento da cárie que é a maior responsável pelo grande número de crianças portadoras de problemas em sua dentição.

De acordo com várias pesquisas científicas que foram realizadas sobre esse tema, um grande número de crianças que estão na escola, já sofrem com o problema da cárie, e como em muitos casos, seus pais não dispõem de uma boa condição financeira para levá-las regularmente ao profissional especializado em odontologia, essa situação infelizmente tenderá a crescer.

Principais sintomas da cárie de mamadeira

De acordo com especialistas na área de odontologia quando há o surgimento de manchas brancas como se fosse uma linha esbranquiçada perto da gengiva então se pode dizer que a cárie de mamadeira está em seu primeiro estágio, que pode ser tratado e reverter esse quadro clínico.

Porém se não houver o tratamento adequado nessa fase inicial, os sintomas podem evoluir para o rompimento no esmalte do dente provocado pelas cáries, causando um problema conhecido como cavitação. Normalmente, os primeiros dentes a serem comprometidos são os dentes de leite superiores e anteriores da criança, porém com o avanço da doença, os dentes posteriores também são afetados.

Como evitar a cárie de mamadeira

A cárie de mamadeira pode ser prevenida de uma maneira muito simples: é só escovar os dentes da criança desde muito cedo com uma escova apropriada e pasta de dente sem flúor, toda vez que ela ingerir algum líquido muito doce com muita frequência, como por exemplo, leite misturado com farinhas, sucos de soja, achocolatados, sucos de frutas, entre outros, principalmente no período noturno, onde a higienização é mais importante, pois durante o sono a salivação diminui e se a boca não estiver limpa, isso vai causar o desenvolvimento de cáries dentárias. Outra medida simples é não adoçar demais o que vai ser oferecido ao bebê, pois o açúcar como todos já sabem é o principal responsável pelo surgimento da cárie, entre outros problemas.

Considerações finais

A amamentação é uma das mais completas maneiras de nutrir um bebê de maneira saudável, fortalecendo seu sistema imunológico fazendo com quem seu organismo fique mais resistente ao ataque de agentes patogênicos causadores de doenças.

Porém os especialistas ressaltam a importância da mãe saber o momento exato de fazer o desmame, pois o aleitamento exclusivo só é recomendado por um período de seis meses, após esse período é necessária a introdução da alimentação complementar. Quando o bebê começa a dormir no seio materno, e com o aparecimento dos primeiros dentes há uma diminuição da salivação e o leite ficando mais tempo na boca em contato com os dentes de leite, pode ocorrer um problema conhecido por desmineralização do esmalte dentário.

Uma orientação muito importante para evitar a cárie mamária é não acostumar a criança com alimentos muito doces, e para que ela deixe o uso de mamadeira mais rápido, uma sugestão é acostumá-la a beber líquidos em copos ou canecas. Vale ressaltar que uma boa higienização da boca, para prevenir a cárie de mamadeira, não inclui somente os dentes da criança, mas também o palato e a língua.

Por Salete Dias