Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Anorexia Infantil

Quando se ouve falar em anorexia logo o problema é associado aquelas pessoas, em especial às mulheres de aparência magérrima com aspecto de doentes, que mesmo nessa situação insistem em não se alimentar para não engordar, pois são portadoras do transtorno psicológico onde elas não se percebem como realmente são e sempre acham que estão gordas.

Pela ausência de alimentos para suprir as necessidades do corpo humano elas podem chegar até a óbito. Porém esse mesmo tipo de distúrbio pode acometer crianças desde a mais tenra idade e suas características são diferentes das que compõem o quadro clínico nos adultos. A Anorexia infantil é na realidade uma desordem emocional grave que se não for primeiro compreendida para somente depois ser tratada, pode acarretar sérios danos psíquicos quando a criança crescer e se tornar adulta.

Causas da Anorexia Infantil

De acordo com especialistas na área  a anorexia na criança não apresenta as mesmas causas da anorexia no adulto, onde o culto ao ideal de beleza associado à magreza pode exercer papel fundamental para o aparecimento do distúrbio. Na realidade a anorexia infantil apresenta  dois tipos diferentes:

Um tipo bem comum onde a anorexia inicia nos primeiros meses de vida do bebês,e outro bem mais grave porém mais raro onde ela demonstra verdadeiro pavor diante dos alimentos os recusando sempre , além de outras manifestações comportamentais bizarras ou estranhas, insônias persistentes e isolamento social. Nesse caso a procura de um clínico para acompanhamento da criança é fundamental.

No tipo de anorexia infantil que é mais frequente começando na mais tenra idade e prosseguindo até a criança se torna um adulto, a posição dos pais é de extrema importância na contribuição  para resolução do problema. Muitos  deles na ânsia de fazer com que seus filhos comam a qualquer custo usam de vários artifícios para que ela coma, e alguns chegam até ao ponto de ficarem agressivos e aplicar castigos nas crianças, obrigando-as a comer mesmo sem vontade.

Mas qual será a causa da anorexia Infantil? Os profissionais especializados explicam que a criança pequena apresenta  um  apetite mais sensível se comparado ao do adulto, e esse apetite pode ser perdido por ela por diversos motivos , como por exemplo quando estão com doenças viróticas, as crianças podem perder  a vontade de comer somente naquele momento, ou quando a alimentação sólida está sendo introduzida em sua vida ou ainda quando crescem os seus primeiros dentes.

Se os pais da criança não toleram bem o fato dela  recusar os alimentos, pois acham que ela  poderá vir a óbito pela falta de apetite; e as forçam a comer mesmo sem vontade esse pode ser o primeiro passo para o início do transtorno.

Quando os pais tem esse comportamento com a criança, a causa inicial da falta de apetite desaparece quando cessam os sintomas, porém a experiência vivenciada pela criança de comer sem vontade persiste e a alimentação fica associada com  o fato de  comer forçada produzindo assim uma nova falta de apetite,  acabando por criar um círculo vicioso.

Os especialistas orientam aos pais que quando eles forçam o filho a terminar a refeição a recusa se repete e pode haver a criação do hábito da anorexia, quadro clinico conhecido como anorexia de oposição pelo fato de se estabelecer uma relação doentia sobre uma disputa entre a criança e seus pais sobre quem vai ganhar o embate para que o filho se alimente, além do fato de comer sem vontade ser uma experiência bastante traumática para a criança. Desse modo é que pode se originar a anorexia infantil que  é bem mais comum do que se pensa.

Características da Criança com Anorexia

Segundo os especialistas quando a criança apresenta anorexia infantil cresce  ela desenvolve um traço de personalidade que se reflete durante toda a sua vida e que é caracterizado pelo fato de sentir sempre como  uma ordem quando as outras pessoas opinam sobre fatos irrelevantes, por exemplo um simples convite ao cinema pode soar ao anoréxico como uma ordem dada e que é imediatamente recusada por ele.

A criança normalmente  apresenta um desenvolvimento motor mais rápido se comparado às outras crianças e é normalmente bem rápida. Outro aspecto comportamental é a ausência do medo de algo estranho ,que é normal em crianças até os oito meses de vida. O tratamento do distúrbio deve ser feito por um psiquiatra infantil ou psicólogo em conjunto com o pediatra.

Vale ressaltar que os pais de crianças com anorexia também devem ter um acompanhamento psicológico, para saberem como lidar com esse problema que pode trazer consequências para seu filho mesmo quando ele se tornar um adulto.

Por Salete Dias