Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Alimentação para pacientes com problemas no fígado

O fígado é um órgão essencial ao organismo com alta capacidade de regeneração que é diretamente afetado pela qualidade da dieta. Toda a alimentação do indivíduo passa pelo fígado e dessa forma a dieta pode tanto auxiliar como prejudicar a função desse órgão. Entre as funções desempenhadas pelo fígado podemos destacar a atuação na emulsão de gorduras através da secreção da bile, o armazenamento de algumas vitaminas e minerais além de atuar na desintoxicação do organismo pois degrada o álcool entre outras substâncias tóxicas.

Os macronutrientes são metabolizados pelo fígado, sendo assim os carboidratos são armazenados em forma de glicogênio e são liberados a medida que o organismo necessita, as proteínas são armazenadas como aminoácidos que são as unidades estruturais das proteínas, enquanto que as gorduras necessitam da bílis para serem digeridas e armazenadas, a bílis também é essencial para a absorção de vitaminas lipossolúveis.

Como podemos perceber, esse órgão é extremamente importante para a digestão, dessa forma a alimentação para pacientes com problemas no fígado, deve ser diferenciada já que ele irá apresentar problemas no funcionamento e consequentemente nas funções normais desempenhadas por esse órgão.

Alimentação para pacientes com problemas no fígado

Existem diversos tipos de doenças que podem comprometer o fígado, entre elas estão as hepatites, esteatose e cirrose. Em todas as formas de doenças que acometem o fígado, a dieta deve servir como tratamento complementar ao medicamentoso, já que o fígado faz parte do processo de digestão dos alimentos.

Em relação a dieta pode-se ressaltar a importância de evitar o consumo de gorduras saturadas, como forma de prevenção do acúmulo de gorduras nesse órgão. Dessa forma alimentos como leite integral, queijos gordos, carnes vermelhas, biscoitos amanteigados, doces, frituras enfim qualquer tipo de alimento que contenha uma elevada concentração de gordura saturada. É importante consumir alimentos desnatados e magros, para evitar uma sobrecarga de gordura no fígado.

Os alimentos embutidos como mortadela, presunto, calabresa, salsicha e os enlatados devem ser evitados pois além de serem gordurosos apresentam uma alta concentração de sal que podem contribuir para formação de edema. Para indivíduos que apresentam problemas no fígado deve-se ressaltar a importância de evitar o consumo de bebidas alcoólicas e refrigerantes.

O consumo de alimentos não gordurosos como carnes magras, frutas, verduras e legumes deve sempre ser incentivado, o consumo de clara de ovo também é permitido desde que o ovo seja cozido, o consumo de alimentos integrais (pão, arroz, macarrão, fibra de trigo) também deve ser incentivado. Os sucos de frutas são permitidos, no entanto é importante evitar o consumo de frutas cítricas ou ácidas.

Curiosidades sobre problemas no fígado

A cirrose é uma doença que não se restringe somente aos alcoólatras, sem dúvida o uso abusivo de álcool a longo prazo contribui para a cirrose, no entanto os portadores de hepatite C tem grande probabilidade de apresentar esse tipo de problema. A cirrose é uma doença que não é contagiosa, no entanto as hepatites que podem levar à cirrose são contagiosas. A cirrose não é considerada um câncer, mas ela é um fator que predispõe o indivíduo a desenvolver um câncer de fígado, o que é fundamental para evitar que ela se torne um câncer, é o diagnóstico precoce da doença.

A cirrose em geral não apresenta sintomas e quando o indivíduo descobre que está com o problema, geralmente a doença já se encontra em estado avançado. Não existe cura para os danos causados no fígado pela cirrose, o que pode ser feito é o tratamento para evitar a complicação do problema.

A esteatose hepática é também conhecida como fígado gorduroso, ela ocorre mediante uma oferta elevada de gordura para o fígado, que pode ser resultante de situações como o consumo abusivo de álcool, diabetes descompensado, obesidade e desnutrição . A esteatose geralmente não apresenta sintomas, a dieta do indivíduo portador desse problema, deve ser pobre em gorduras para não sobrecarregar ainda mais o fígado.

A Alimentação para pacientes com problemas no fígado deve ser saudável e diferenciada. Apesar de todas as dicas que foram dadas, é importante frisar que o nutricionista é o profissional responsável pelo acompanhamento da alimentação do paciente com problemas hepáticos. A qualidade da dieta vai variar de acordo com o tipo de problema apresentado pelo indivíduo.