Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

A Anorexia

Descrição da Doença

Anorexia é um distúrbio alimentar provocado pela preocupação excessiva com o peso corporal, onde o indivíduo persiste em manter um peso muito abaixo do esperado para sua estatura, além de criar uma percepção visual errada sobre a sua própria imagem (a pessoa que sofre desse mal se vê como uma pessoa gorda, embora não seja).

Às vezes, os pacientes anoréxicos podem chegar a um quadro de caquexia, um grau extremo da desnutrição no qual o índice de mortalidade chega a atingir 15% a 20% dos casos.

Causas

Diversos fatores favorecem o aparecimento da doença:

  • Predisposição genética;
  • Conceitos exagerados com relação à “moda”;
  • Pressão social pelo mito da beleza em ser magro;
  • Estresse.

A doença afeta principalmente garotas e jovens mulheres, afetando também, com menor incidência alguns rapazes. Pode estar ligada a problemas de auto-aceitação, auto-imagem, problemas de aceitação pelo grupo.

Sintomas

  • O anoréxico recusa-se a participar das refeições familiares. Este costuma alegar que já comeu e que não está mais com fome;
  • O paciente apresenta depressão, síndrome do pânico, comportamentos obsessivo-compulsivos;
  • No sexo feminino, há a interrupção do ciclo menstrual – que pode causar problemas maiores ao aparelho reprodutor;
  • Bulimia – a pessoa tende a apresentar períodos em que se alimenta em excesso e, seguindo-se um sentimento de culpa, esta passa a provocar vômito;
  • Atividade física em excesso – o anoréxico, por se ver como uma pessoa gorda, tende a fazer mais e mais exercícios;

Tratamento

Não há um medicamento específico para se tratar a anorexia, mas como esta está ligada a outros fatores como a depressão, por exemplo, faz-se o uso de antidepressivos, tendo cuidado para que estes não induzam um quadro ainda pior, pois podem, apesar de ter o efeito colateral ganho de peso, também ter o efeito inverso, inibir o apetite.
O anoréxico tem apetite perfeitamente normal, o grande problema está em sua recusa em comer. Forçar a alimentação é recomendado somente em último caso, quando o quadro de desnutrição torna-se ameaçador, quando isto ocorre, torna-se necessária a internação do paciente e alimentação via sonda, impedindo também que o mesmo retire a sonda, sendo necessário prendê-lo.

Prevenção

A Anorexia é um problema muito grave e deve ser encarado com muita seriedade, principalmente em nossa atual sociedade, onde nossos jovens vêem-se em um mundo contraditório: ao mesmo tempo em que o consumismo cria a imagem de que “todas as tribos se encontram nos fast foods” e outros ambientes com alimentos igualmente ricos em gorduras, vemos também uma indústria da moda que cultua (muitas vezes, excessivamente) o corpo perfeito, a beleza personificada em traços finos e compridos (leia-se aqui, pessoas muito magras e altas).

Como este é um problema de origem muito mais psicológica que fisiológica, é importante que as pessoas que convivem com alguém que possa desenvolver ou que já tenha desenvolvido a anorexia ajudem-na por meio da orientação. A informação e acompanhamento ainda é o melhor meio de  prevenção.

Referências Bibliográficas

Psicosite, Anorexia, disponível em: http://www.psicosite.com.br/tra/ali/anorexia.htm

Drauzio Varela, Anorexia, disponível em: http://drauziovarella.ig.com.br/arquivo/arquivo.asp?doe_id=63

Wikipédia, Anorexia nervosa, disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Anorexia_nervosa