Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Alimentos para reduzir o colesterol

Muitas pessoas possuem altos níveis de colesterol LDL, o “colesterol ruim”, e por isso precisam rever suas dietas a fim de ter uma vida saudável e sem riscos de problemas cardiovasculares. Com isso, mudanças radicais podem acontecer em seus “cardápios”, na medida em que precisam cortar qualquer alimento que seja fonte de gorduras saturadas ou de colesterol LDL. Mas há bons alimentos que são gostosos e podem ser consumidos para ajudar a combater o colesterol, isto é, alimentos para reduzir o colesterol.

Um primeiro alimento que pode ajudá-lo é o alho, que apesar de muitos não gostarem do mesmo pelo seu odor forte, é muito saudável sob diversos aspectos. Alho pode ser facilmente adicionado às suas refeições, por exemplo, no almoço, no preparo de carnes, refogados, arroz ou até do macarrão. O papel do alho para quem deseja combater o colestrol é por meio da redução dos níveis de colesterol LDL, que como já comentamos anteriormente, é o “vilão da história”. Segundo pesquisas, foram comprovadas as propriedades benéficas do alho para quem possui altos níveis de colesterol. Agora, não adianta comer alho somente uma ou duas vezes e esperar que seus efeitos sejam duradouros: o mesmo precisa ser realmente incorporado ao cardápio da pessoa! E sempre que possível, consuma o alho cru, de forma a aproveitar todos os nutrientes presentes no mesmo!

O segundo alimento que iremos indicar é o salmão, um peixe muito saboroso e que pode ser encontrado facilmente. Apesar de muitos se confundirem, considerando-o um vilão por apresentar muita gordura, é importante salientar que sua gordura não é rica em colesterol ruim, de tal forma que seu consumo pode ser feito normalmente. Vale lembrar também que o consumo de salmão ajuda a combater os níveis de colesterol ruim por meio de uma substância chamada niacina, que ajuda a aumentar as concentrações de colesterol HDL. O colesterol HDL é responsável por melhorar o transporte de gorduras em nossa corrente sanguínea, facilitando assim a eliminação do colesterol ruim e evitando que o mesmo se acumule nos vasos.

E o terceiro alimento na verdade é uma bebida, e estamos nos referindo aqui ao vinho tinto, participante ilustre de muitas mesas de reunião e jantares formais. O vinho tinto, além de saboroso, é um grande contribuinte na redução dos níveis de colesterol ruim também por meio da elevação do colesterol bom, o que faz dele um “amigo do peito” de quem possui altos níveis de colesterol – claro, é importante salientar que seu consumo deve ser feito de forma muito moderada! Apesar de ter bons resultados a curto prazo, ainda não há pesquisas que concluam quanto à vantagem de seu consumo a longo prazo.

E por último, mas não menos importante, falaremos sobre o chocolate. É bem provável que você esteja confuso agora, afinal de contas, todos falam das “atrocidades” que o chocolate pode cometer contra quem deseja perder peso, não é mesmo? Mas sempre há exceções e, neste caso, a exceção é o chocolate amargo, um tipo de chocolate que possui menor concentração de gordura e açúcar. O chocolate amargo apresentação grande concentração de flavonoides, que possuem como principal papel reduzir os níveis de colesterol ruim em nosso corpo. Além disso, os flavonoides também contribuem com a manutenção de nosso sistema cardiovascular. Em resumo: você pode consumir ainda chocolate, desde que substitua as antigas escolhas pelo chocolate amargo e consuma-o de forma moderada.

Enfim, “pequenas mudanças grandes resultados”, é isso o que você pode conseguir se souber seguir essas dicas à risca. E quem deseja reduzir os níveis de colesterol precisa lembrar de, periodicamente, refazer seus exames de rotina, a fim de saber como os mesmos se encontram.