Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Tecnologia de alimentos e qualidade de vida

A preocupação em manter uma boa alimentação vem sendo alvo de variadas discussões pela comunidade científica de uma maneira geral e, mais recentemente pela grande maioria da população em virtude de novas pesquisas científicas e das recentes tecnologias de alimentos que vem contribuindo de uma maneira significativa, para oferecer uma boa qualidade de vida aos seres humanos. Mas será que as pessoas que não tiveram uma formação acadêmica relacionada a esse tema tão importante, têm o real conhecimento do que essa tecnologia alimentar significa? Veremos como esse mecanismo se processa com os alimentos, e quais os reais benefícios para o organismo dos indivíduos.

Pesquisas na área de tecnologia de alimentos

De acordo com especialistas várias pesquisas importantes vem sendo desenvolvidas ao longo dos últimos anos na área de tecnologia de alimentos em virtude do acesso da grande maioria da população mundial aos temas relacionados com uma dieta alimentar adequada para manutenção de uma boa qualidade de vida, ou seja, como funcionam na prática as descobertas tecnológicas que foram realizadas  na área da nutrição e quais técnicas dietéticas foram introduzidas para melhorar a qualidade dos alimentos consumidos pelos seres humanos. Alguns alimentos e nutrientes foram analisados em vários estudos científicos entre eles:

Soja – As pesquisas científicas com a soja foram realizadas com o objetivo de avaliar as concentrações no alimento das isoflavonas, que fazem parte desse produto que é comercializado entre a população. Esse estudo contou com duas partes: na primeira os cientistas analisaram os alimentos fermentados (por exemplo, o miso), e depois fizeram uma análise dos alimentos derivados da soja que não eram fermentados, como por exemplo, o leite e tofu. De acordo com os cientistas, foram encontradas nessa segunda análise, grandes quantidades de concentrados bioativos de isoflavona o que provocou um aumento na venda desses produtos para os consumidores, em virtude dos benefícios que poderiam proporcionar.

Probiótico Lactobacillus paracasei – Nesse estudo científico, os pesquisadores estudaram de que maneira a adição do probiótico Lactobacillus paracasei em conjunto  com a fibra inulina prebiótico poderia ser utilizada em queijos cremosos e frescos para consumo dos seres humanos, analisando suas características de textura e sabor, até porque esse alimento é fonte de proteínas e cálcio, dois nutrientes de extrema importância para a manutenção da saúde do organismo dos seres humanos. Segundo os cientistas, essas pesquisas demonstraram que adicionar ao queijo fresco essas propriedades deu origem a outro produto bem melhor do ponto de vista nutricional, que proporcionava melhores benefícios ao corpo humano.

Todos esses trabalhos científicos que já foram, ou vem sendo desenvolvidos ao longo dos anos são muito importantes, pois revelam que os alimentos que se submetem a algum tipo de tecnologia devem ser produzidos para fins comerciais, mas visando principalmente oferecer aos consumidores alimentos com alto valor nutritivo e que contribuem de maneira significativa, para a manutenção de uma boa qualidade de vida nas pessoas.

Formação profissional para tecnologia do alimento

Mas qual será esse profissional habilitado e com conhecimento para atuar nessa área de tecnologia dos alimentos? Para ter condições de exercer essa atividade  tão importante é necessário que o indivíduo tenha um curso superior em tecnologia dos alimentos. Os principais assuntos abordados nesse curso são:

Elaboração de processos com o objetivo de beneficiar os métodos tecnológicos dos alimentos que serão comercializados junto à população;

Supervisionar as variadas formas do processo de industrialização, através da monitoração de equipamentos, gestão de equipes profissionais, coordenação de estudos científicos e programas com assuntos relacionados ao controle de qualidade, preservação e conservação dos alimentos;

Potencialização dos processos realizados na indústria com o principal objetivo de proporcionar um desenvolvimento sustentável para a manutenção de um meio ambiente mais saudável.

Considerações Finais

A tecnologia dos alimentos vem crescendo cada vez mais, com advento dos produtos industrializados devido a uma demanda cada vez mais frequente por parte da população em manter ou adquirir uma boa qualidade vida.

Nesse contexto o papel do profissional graduado em tecnologia de alimento é de extrema importância, pois é através dele que as grandes estratégias de venda são possíveis de realizar, associada a uma preocupação de oferecer aos consumidores alimentos que irão melhorar suas qualidades de vida, através dos nutrientes apropriados para a manutenção de um organismo humano mais saudável, além de auxiliar na prevenção também, do aparecimento de alguns tipos de enfermidades.

Vale ressaltar que um grande número de pesquisas científicas ainda deverá ser realizado, para através  da tecnologia utilizada, verificar quais os melhores alimentos que devem ser consumidos pela população.

Por Salete Dias