Nutrição em Foco

Porque sua saúde vem em primeiro lugar!

Nutrição em Foco Alimentos Propriedades do Palmito

Propriedades do Palmito

Apreciado por muitas pessoas que o consomem regularmente em suas principais refeições o palmito é na verdade a parte superior e interna de um tipo de palmeira chamado palmiteiro. O palmito possui várias propriedades nutricionais com nutrientes de grande importância para o bom funcionamento do organismo, como por exemplo, o fósforo, o potássio  e o cálcio. Apesar de ser um alimento recomendável para consumo dos seres humanos alguns cuidados devem ser seguidos no momento de sua ingestão. Vejamos por que motivo isso acontece.

Propriedades do palmito

O palmito possui muitas propriedades que fazem dele um bom aliado para os  indivíduos que estão fazendo dieta para perda  de peso corporal. Já que ele  é um alimento de poucas calorias (de acordo com especialistas em nutrição, cerca de cem gramas de palmito possuem em torno de vinte e seis calorias) além de ser rico em ferro, potássio, cálcio e algumas proteínas, além de ser uma importante fonte de fibras o que contribui para uma boa regularização do trato intestinal.

Outra importante contribuição que  o consumo do palmito oferece às pessoas é auxiliar na formação óssea e dos tecidos do corpo humano, além de contribuir na manutenção do controle da pressão alta e na prevenção da retenção hídrica, por ser rico em cálcio e em potássio.

Cuidados no consumo de palmito

Apesar de ser um alimento que possui muitas propriedades benéficas para o organismo dos seres humanos alguns cuidados devem ser tomados no momento de seu consumo. Normalmente o palmito é vendido em conserva que apresenta uma grande concentração de sódio que traz riscos ao sistema circulatório e problemas cardíacos aos indivíduos que costumam se alimentar de produtos industrializados.

Porém o principal risco que a ingestão do palmito pode trazer, é a falta de higiene na sua manipulação direta ou em suas embalagens o que pode provocar sua contaminação pela bactéria Costridium Botulinum que causa uma grave doença chamada de botulismo que afeta o sistema neurológico da pessoa podendo levá-la a óbito. Todo alimento em conserva deve ser consumido com moderação pois a grande quantidade de sódio utilizada para sua conservação, causa complicação  à saúde do individuo como por exemplo, aumenta a retenção hídrica pelo corpo e também pode ocasionar aumento da pressão arterial.

Segundo especialistas na área de nutrição para eliminar essa concentração exagerada de sódio no palmito em conserva ele deve ser fervido por cerca de quinze minutos antes de seu consumo. Tendo sua origem na América do Sul e tendo o Brasil como um dos maiores produtores da atualidade, o palmito possui como palmeiras produtoras a espécie juçara  que está presente na Mata Atlântica e o açaizeiro que concentra-se principalmente nos estados do Amapá e do Pará e  um tipo menos fibroso conhecido como pupunha.

Informações gerais sobre o palmito na culinária

Segundo especialistas os palmitos do tipo juçara ou açaí devem ser preservados da exploração que atualmente ocorre no país e a opção seria o tipo pupunha,cujo consumo é mais viável pois sua adaptação é melhor nas diversas regiões do Brasil além de apresentar um rápido crescimento (somente dois anos). Apresenta sua estrutura mais macia que os outros, com um paladar mais adocicado e com menos fibras, podendo ser  servido grelhado ou assado conforme o gosto do consumidor.

No momento de escolher o palmito que será ingerido é necessário que o consumidor verifique a aparência do alimento, evitando comprá-lo se tiver uma coloração escura e se água em que ele estiver conservado estiver com  aspecto esbranquiçado, pois existe o risco do palmito estar contaminado com uma bactéria que produz o botulismo que é uma grave enfermidade que atinge o sistema nervoso da pessoa  podendo levá-la a óbito.

A fervura do palmito é recomendável antes de seu consumo por um período de pelo menos quinze minutos para que a ingestão do alimento seja mais segura. Após aberto os vidros ou latas que conservam o palmito devem ser guardados na geladeira e antes de seu consumo é recomendável colocá-lo em local fresco de preferência sem luminosidade.

Tomando-se os cuidados necessários é possível usufruir das diversas propriedades do palmito como por exemplo, o potássio, o fósforo e o cálcio, além das fibras presentes em sua estrutura nutricional sem que haja qualquer tipo de prejuízo à saúde dos seus  consumidores.

Por Salete Dias

TopBack to Top