Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

Os alimentos afrodisíacos

Os alimentos afrodisíacos são aqueles conhecidos por aumentar o desejo sexual das pessoas. As substâncias afrodisíacas que existem podem agir de duas formas distintas no organismo, ou elas agem na mente do individuo ou então em algumas regiões delimitadas do corpo possibilitando ou aumentando o desejo sexual.

Algumas dessas substâncias atuam proporcionando o aumento do fluxo sanguíneo no órgão sexual, fato que ocorre quando o individuo esta mantendo relações sexuais. Enfim, substâncias afrodisíacas são aquelas que promovem desejo sexual. Existem também substâncias anafrodisíacas que promovem no indivíduo o efeito inverso, causando redução do desejo sexual.

Comprovação científica sobre o efeito dos alimentos afrodisíacos

Muitas pessoas têm dúvidas se realmente os alimentos afrodisíacos existem e se funcionam. Pesquisas realizadas nessa área mostram que algumas ervas naturais e suplementos alimentares podem causar efeitos de estimulantes sexuais, pois podem alterar os hormônios.

Já para órgãos norte-americanos, os alimentos não causam efeito nenhum que possa causar um aumento da libido, apenas as pessoas os consomem acreditando que isso possa ocorrer.

Alimentos afrodisíacos

Na verdade muitas pesquisas e estudos científicos são necessários para que isso possa ser provado.

Alimentos considerados afrodisíacos

Mesmo não tendo seus efeitos realmente comprovados cientificamente, muitos acreditam que alguns alimentos possam aumentar o desejo sexual, são eles:

  • Amendoim – esse alimento é rico em vitamina B3 que promove vasodilatação nos vasos sanguíneos, por isso ele é considerado um alimento afrodisíaco;
  • Ovo de codorna – as pessoas associam esse alimento com o aumento da potência sexual, pois ele possui muita energia;
  • Abacate – alguns alimentos são considerados afrodisíacos devido à sua relação com alguma crença ou mito, no caso do abacate os astecas consideravam o abacateiro como árvore dos testículos devido à forma com que os abacates ficavam dispostos já que eles ficam pendurados entre os galhos dessa árvore;
  • Banana – além de sua forma lembrar um órgão sexual o que já gera inúmeras polêmicas em torno dessa fruta, ela é rica em potássio que é um mineral extremamente necessário para a produção de hormônios sexuais.

Já as gorduras, bebidas alcoólicas e drogas em excesso podem ser consideradas substâncias que atrapalham o desempenho sexual. As gorduras atrapalham a circulação sanguínea, as bebidas alcoólicas podem causar impotência sexual enquanto que as drogas utilizadas de forma indiscriminada podem causar diminuição do desejo sexual bem como favorecer a uma prática sexual de risco.

Recorrer aos alimentos afrodisíacos não é uma recomendação para quem apresenta redução do desejo sexual, quando isto ocorrer é importante que o indivíduo procure orientação médica.