Nutrição em Foco

Porque sua saúde vem em primeiro lugar!

Nutrição em Foco Alimentos Alimentos orgânicos

Alimentos orgânicos

Que uma alimentação saudável é essencial para a manutenção de uma boa qualidade de vida, isso ninguém mais discute. No entanto saber comer os alimentos adequados para essa finalidade, às vezes não é tão fácil quanto parece.

Nesse contexto surgem os alimentos orgânicos que utilizam em sua produção os métodos e as técnicas que além de preservarem a qualidade da comida ainda contribui para a preservação ambiental. Por isso, os agrotóxicos e outras substâncias químicas não são utilizados de maneira alguma nos alimentos orgânicos.

Como se processa a produção dos alimentos orgânicos

Segundo especialistas em produção nesse tipo de alimento, os produtos de origem orgânica são cultivados sem a adição de agrotóxicos ou outra substancia química. Ao invés disso, somente sistemas naturais são utilizados na obtenção desses tipos de alimentos. Esses sistemas ainda possuem a propriedade de fertilizar o solo para plantio e tem a capacidade de combater as pragas que por ventura possam vir a atacar à plantação.

Na agricultura de alimentos orgânicos são cultivados as frutas, verduras e legumes, que além de serem mais saudáveis, pois não recebem a adição de agrotóxicos, são tão saborosos quanto os outros, e ainda possuem o mesmo valor nutricional dos alimentos inorgânicos.

As carnes e os ovos como alimentos orgânicos

Quando as pessoas falam de alimentos orgânicos de uma maneira geral lembram imediatamente somente de frutas, legumes e verduras. No entanto, o termo orgânico também pode ser utilizado na produção de carne bovina e de ovos, desde que não haja na produção desses alimentos a aplicação de hormônios para crescimento, anabolizantes ou antibióticos.

Se as carnes e os ovos forem isentos dessas substâncias que trazem riscos a saúde dos seres humanos então podem ser classificados como produtos orgânicos.

Principais benefícios dos alimentos orgânicos

Por ser produzido baseado nos princípios ecológicos que utilizam os recursos naturais como a água, o solo e o ar de maneira responsável, além de não ser admitido na produção dos alimentos nenhum tipo de substância que possa contribuir para a poluição do meio ambiente, ou que possam colocar em risco a vida dos seres humanos, os alimentos orgânicos podem ser considerados como extremamente benéficos para o consumo das pessoas de uma maneira geral.

Na sua produção não são usados nenhum tipo de fertilizantes químicos, elementos transgênicos e agrotóxicos. Por isso eles se constituem na opção mais saudável em matéria de alimentação para os indivíduos.

Em virtude dessa ausência de substâncias químicas em sua produção, o paladar de um alimento orgânico é muito mais saboroso se comparado àqueles produzidos com adição de todas essas técnicas que podem trazer algum risco ao organismo.

Além disso, os produtores de alimentos orgânicos apresentam um respeito pela preservação do meio ambiente em que vivem, evitando que haja contaminação nos recursos naturais como, por exemplo a água, o solo e a vegetação. Esses produtores são de grande valia para a economia de um país, pois possuem um princípio de responsabilidade social e preocupação com um futuro mais saudável para seu planeta, contribuído para o desenvolvimento sustentável.

Importância dos alimentos saudáveis para a saúde

Sem dúvida alguma além da contribuição dos produtos orgânicos tanto de origem animal, quanto de origem vegetal para o desenvolvimento sustentável do meio ambiente, aproveitando os recursos naturais existentes e abolindo as antigas técnicas que utilizavam substâncias químicas e tóxicas, existe também a preocupação com a saúde orgânica dos seres humanos.

Os consumidores de produtos orgânicos tendem a serem mais saudáveis, pois não vão absorver os elementos adicionados aos alimentos que trazem riscos, às vezes muito graves, a saúde corporal. Por isso cada vez mais os restaurantes estão incluindo os alimentos orgânicos em seus cardápios, na esperança de que um número cada vez maior de pessoas possam ter acesso a esse tipo de alimentação saudável.

No entanto, ainda há um problema de ordem econômica que deve ser resolvido. Os alimentos orgânicos ainda são mais caros que os outros, pois demandam mais custos para sua produção e por isso alguns consumidores de menor poder aquisitivo acabam ficando sem ter a possibilidade de adotar os alimentos orgânicos em sua dieta alimentar.

Cabe aos produtores dos alimentos orgânicos em conjunto com as autoridades ligadas à produção alimentícia nos países, encontrarem meios de viabilizar o acesso à maioria da população a esse tipo de alimentação saudável, nutritiva e que se preocupa com o desenvolvimento sustentável do planeta.

Por Salete Dias

TopBack to Top