Encontre o que deseja mais rapidamente!
Digite o nutriente, alimento, doença ou assunto que deseja saber:

A Couve

A couve é uma planta da família das Crucíferas,  da qual existem diversas variedades cultivadas, cujas folhas são  comestíveis. Além de ser  muito rica em nutrientes e possuir  baixo teor calórico, ela também  é útil no combate à artrite e úlceras gástricas bem como auxilia a desinfetar o intestino.  Ela é da mesma família do repolho, sendo bastante conhecida e utilizada no preparo de diversos pratos da culinária brasileira.

Por ser rica em vitaminas e em sais minerais, a couve tem mais ferro e cálcio de que em qualquer outra verdura.

Na hora da compra, deve-se sempre observar se as folhas estão verdes, firmes e sem marcas de picadas de insetos. As de folhas amarelas e murchas não são recomendáveis para o consumo.

Pode ser facilmente cultivada em hortas ou mesmo em qualquer pequena área de terra podemos plantar alguns pés de couve sem usar qualquer tipo de agrotóxico. A couve tolera quase todo tipo de solo, preferindo terrenos com drenagem satisfatória, pois os terrenos muito úmidos provocam o apodrecimento das raízes.

A couve, seus nutrientes e calorias

A couve é excelente fonte de beta-carateno,o precursor da vitamina A , além  de vitaminas  B1, B2, Niacina, C e E.

Ela é  boa fonte de ácido fólico, cálcio, ferro e potássio. Contém também bioflavonóides e outras substâncias que protegem contra o câncer.

Cada 100 gramas de couve-manteiga crua, por exemplo,  equivale 27 kcal e, se refogada, 146 kcal.

Os benefícios proporcionados pela couve

  • Possui sais minerais que atuam na formação dos ossos, dentes e sangue;
  • Ótimo para o crescimento do cabelo;
  • Combate tosse e rouquidão;
  • Mantém  os ossos saudáveis e ajuda a controlar impulsos nervosos;
  • Combate artrite;
  • Limpa o intestino;
  • Cura úlceras gástricas;
  • Recomendado para quem está de dieta e quer perder peso;
  • Trata feridas inflamadas;
  • Contém indóis, compostos que podem diminuir o potencial cancerígeno do estrogênio;
  • Induz a produção de enzimas que protegem contra várias doenças;
  • Ótimo resultado no combate avermes;
  • Evita problemas do aparelho digestivo e do sistema nervoso;
  • Combate as enfermidades do fígado;
  • Age  como laxante;
  • Ajuda a combater  asma e bronquite.

Tipos de couve

  • Couve-galega
  • Couve-mineira
  • Couve-flor
  • Couve-chinesa
  • Couve-roxa
  • Couve-portuguesa
  • Couve-de-bruxelas
  • Couve-repolho-vermelha
  • Couve-palmeira
  • Couve-lombarda
  • Couve-forrageira
  • Couve-de-folhas
  • Couve-rabano
  • Couve-cavaleiro
  • Couve-frisada-anã

Curiosidades sobre  a couve

  • A couve deve ser bem mastigada para não fazer mal à digestão;
  • As fibras encontradas na couve fazem bem ao estômago, pois reduz a acidez, protegendo a mucosa gástrica;
  • Para manter a couve em boas condições, deve-se mantê-la em geladeira, por no máximo uma semana;
  • Existem alguns tipos de couve na cor vermelha, roxa e amarela que são usadas para fins decorativos, embora essa variedade seja comestível  e altamente nutritiva também;
  • Alguns cientistas desenvolveram na Europa três variedades de couve-flor nas cores, laranja, púrpera e verde. Com o mesmo sabor da original, essa variedade mantém a cor memo depois de cozida.

Seu período de safra é de agosto a fevereiro. A couve é usada com frequência como ingrediente principal para pessoas que estão fazendo dietas de emagrecimento, contudo nutricionistas advertem que deve-se tomar cuidado para não criar dietas desequilibradas que não ajudam a perder peso!